21 de julho de 2024
Política

Marina Sant’anna entra na lista de pré-candidatos ao governo em 2014

Em entrevista ao Jornal Realidade, na Rádio Vinha FM, a deputada federal Marina Sant’anna (PT) falou sobre o processo de sucessão em 2014. Segundo a petista, ela também é uma pré-candidata, assim como tantos outros no PT.

 “Todos os nomes do partido, com visibilidade púbica, automaticamente estão à disposição. Prefeitos de grandes e pequenas cidades, deputados, vereadores, líderes como o ex-prefeito Pedro Wilson e Darcy Accorsi… Ao PT, não faltam candidatos”, afirmou.

OUÇA A ENTREVISTA OU CLIQUE AQUÍ

images/stories/audio/Politicos/MarinaSantanaAudio.mp3

Para a deputada, a riqueza de possibilidades contribui para garantia de sucesso nas eleições estaduais. “Temos diversas formas de dialogar com a sociedade. Com todos estes em potencial, o debate fica mais sólido e a probabilidade de vitória maior.”

Marina explica que Goiás passa por uma mudança política e cultural, o que beneficia seu partido. “Estamos verificando uma grande evolução da população. As pessoas estão preocupadas com temas importantes como a sustentabilidade, por exemplo. A mulher tem conquistado maior espaço e respeito, os hábitos estão progredindo. Tudo isso vem ao encontro dos projetos do PT. Existe uma identificação”, continua.

Em relação ao posicionamento da oposição em 2012, muito criticado pela discrição, a deputada é incisiva: “No anos passado concentramos nossos esforços, além dos compromissos de cada um, nas eleições municipais. Foi o nosso foco.”

Em sua avaliação a oposição fez o que deveria ter feito. “Na Assembleia Legislativa, por exemplo, apesar de não sermos maioria, chegamos a 14 deputados estaduais. Todos com capacidade para não só criar e comandar CPIs, mas para promover o debate com a população.”

A expectativa da deputada é fortalecer o grupo e intensificar o discurso. “Vamos criar uma musculatura na oposição, mas uma musculatura benéfica, real, não apenas na aparência”, concluiu.


Leia mais sobre: Política