26 de maio de 2022
Política

Marconi processa PT e PMDB por causa de nota oficial em O Popular

O governador Marconi Perillo (PSDB) não se conteve com a mobilização das instituições na defesa do governo de Goiás contra a nota divulgada, recentemente, por PT e PMDB. Além das notas defesa, o governador foi à Justiça contra os partidos numa ação em que pede indenização contra eles.

O processo foi peticionado no dia 16 de agosto passado. O advogado do PT, Edilberto Dias ainda não tomou ciência do conteúdo completo da ação que trata de uma pedido de indenização.

Continua após a publicidade

A carta do PT e do PMDB alertava para a falta de segurança institucional no Estado de Goiás em virtude da situação criada a partir da Operação Monte Carlo.

“O governador poderia deixar a oposição se expressar, ter sua liberdade de expressão, e ter o direito de contestar”, avaliou, preliminarmente, o advogado. O PT e o PMDB ainda não foram citados da ação.

Ao saber da iniciativa do governador Perillo, o presidente municipal do PT/Goiânia, deputado Luis César Bueno protestou. Segundo ele, o processo de indenização é “uma medida arbitrária daqueles que não aceitam o processo democrático”. Ele reforçou que a nota oficial “manifestou fatos e não análise dos fatos”.

Continua após a publicidade

Luis César Bueno percebeu, ainda, que as notas de apoio ao governo Perillo, publicadas no Jornal O Popular, “aumentaram ainda mais a leitura do nosso documento”, e opiniou que “as notas seguidas do governo evidenciaram um certo abuso do poder econômico”.

Leia mais sobre:
Política