25 de julho de 2024
Política

Marconi Perillo processa deputado Mauro Rubem

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), deu continuidade à sua série de processos. O novo alvo é o deputado estadual Mauro Rubem (PT), acusado de injúria por divulgação da foto da revista Carta Capital coma a manchete “A central de grampos de Marconi Perillo”, seguida do comentário: “Com a central de grampos montada pelo governador, o ciclo da quadrilha de Marconi e Cachoeira se fecha”.

 

A ação judicial exige uma indenização no valor de R$ 100 mil e leva, em anexo, uma liminar, já aprovada pelo juiz da 70 Vara Cível, Ricardo Teixeira Lemos, proibindo o deputado petista de realizar qualquer tipo de comentário sobre o governador do Estado.

Diz o texto do processo: “É solicitada a concessão de liminar para determinar que o requerido retire de sua rede social todos os comentários que o atingem. E ainda, pede que seja proibido ao requerido fazer uso de redes sociais para manifestar comentários contra o requerente.”

Com a nova ação, Marconi dá continuidade ao seu planejamento estratégico de tentar limpar sua imagem utilizando em seu favor a Justiça de Goiás. Mais de 20 processos foram movidos em 2013 a fim de proibir qualquer comentário sobre os escândalos que o afetaram nos últimos meses e que derrubaram, drasticamente, seu índice de aprovação.

A um ano do período eleitoral, jornalistas, políticos e até mesmo os sites Wikipédia, Twitter e Facebook estão proibidos de citar as denúncias do Chefe do Executivo goiano com o contraventor Carlos Cachoeira.

A população, por outro lado, ainda não foi proibida de esquecer. Nem de compartilhar, nas urnas, sua vontade em 2014.  


Leia mais sobre: Política