25 de julho de 2024
Cidades

Mantido afastamento de diretor da UEG de São Miguel do Araguaia

O tribunal de justiça confirmou decisão de primeiro grau mantendo o afastamento de Ricardo lemes Basílio do cargo de diretor da unidade da UEG de São Miguel do Araguaia, em razão de perseguição a servidores daquela unidade.


Na ação proposta pela promotora de Justiça Cristina Emília França Malta, consta que Ricardo Basílio, como diretor da UEG de São Miguel do Araguaia vinha, desde 2006, utilizando de seu cargo na UEG em flagrante prática de atos de improbidade administrativa.

Entre as ações apuradas estavam demissões injustas de servidores, uso de bem público para atender interesse pessoal e alheio, uso de símbolo e imagem da instituição em campanha política, perseguições a colegas de trabalho de cunho político, e abuso de poder. Esses fatos aconteceram em 2006, ano eleitoral, em que o gestor postulava o cargo de deputado estadual.

Ao decidir os pedidos feitos pelo MP, em julho do ano passado, o magistrado ressaltou que “o afastamento cautelar era a medida mais legítima, válida e imperiosa, posto que a correta investigação da prática de atos de improbidade é a finalidade maior desta ação, colocando-se em consonância com escopo principal do processo e visando atender um interesse ainda maior que é o interesse público”.

Com Informações Imprensa MPE-GO


Leia mais sobre: Cidades