18 de julho de 2024
Decisão • atualizado em 16/05/2023 às 21:20

Mandato do deputado Deltan Dallagnol é cassado pelo TSE em votação unânime; entenda

Os mais de 300 mil votos do parlamentar serão destinados ao seu partido, o Podemos
Todos os ministros do TSE acataram a posição do relator na decisão, que tira cadeira de Deltan Dallagnol na Câmara. (Foto: reprodução)
Todos os ministros do TSE acataram a posição do relator na decisão, que tira cadeira de Deltan Dallagnol na Câmara. (Foto: reprodução)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou o registro de candidatura do deputado federal Deltan Dallagnol (Podemos), o mais votado do Paraná em 2022. A decisão foi tomada nesta quinta-feira (16) e, agora, ele perderá o mandato e os mais de 300 mil votos do parlamentar nas eleições serão destinados ao seu partido.

De acordo com o jornal O Globo, todos os ministros do TSE seguiram a posição do relator, ministro Benedito Gonçalves, que considerou que Deltan Dallagnol pediu exoneração do cargo de procurador para evitar uma eventual punição administrativa, que poderia tornar ele inelegível. Ou seja, uma decisão incorreta.

O pedido de cassação foi apresentado pela federação PT, PCdoB e PV e pelo PMN ao Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), que rejeitou. Os partidos, no entanto, recorreram ao TSE.

Apesar da cassação, Dallagnol pode recorrer ao STF para reaver seu mandato de deputado. Enquanto isso, o julgamento de hoje é sobre recurso à ação que pede a inelegibilidade do deputado. Caso o tribunal acate a reclamação, o ex-procurador da Lava Jato pode ter sua eleição anulada e, então, não poderá mais recorrer.

Em poucos minutos após a divulgação das informações, o nome do deputado Deltan Dallagnol ficou entre os mais comentados da internet nas redes sociais. Junto ao seu nome, estão outras palavras relacionadas como “Tchau querido” e “Faz o L”. Além disso, usuários do Twitter aproveitaram para transformar assunto em meme. Confira alguns.

https://twitter.com/MarcianoBrito13/status/1658621886941544450

Leia mais sobre: Direito e Justiça

Carlos Nathan Sampaio

Jornalista formado pela Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT) em 2013, especialista Estratégias de Mídias Digitais pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiânia - IPOG, pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Senac e especialista em SEO.