27 de maio de 2022
Destaque

Mais duas mortes são confirmadas no desastre de Capitólio, em Minas Gerais

Desabamento em Capitólio tem 7 mortes confirmadas até o momento (Foto: Reprodução)
Desabamento em Capitólio tem 7 mortes confirmadas até o momento (Foto: Reprodução)

Já vão para sete o número de mortos após o desabamento de rocha no cânion de Capitólio, em Minas Gerais. O Corpo de Bombeiros do Estado confirmou na noite de ontem (08/01) os outros dois óbitos. Em nota, a corporação explicou que a mudança no número de óbitos se dá em decorrência da própria característica do acidente, já que muitas pessoas foram socorridas por embarcações que estavam na região e levadas por meios próprios para unidades hospitalares. A informação anterior é de que haviam cinco mortos.

O Corpo de Bombeiros diz ainda, na nota, que inicialmente as vítimas foram classificadas como desaparecidas, mas que ao longo do dia, graças à força-tarefa em atuação na região, foi possível fazer contato com as pessoas. 

A estimativa inicial de 20 desaparecidos inclui, portanto, sete mortos, dez pessoas localizadas por telefone e três que continuam desaparecidas.

Continua após a publicidade

A queda ocorreu por volta do meio-dia de ontem e atingiu pelo menos quatro barcos de turistas. As vítimas foram levadas para hospitais das cidades de Passos, Piumhi e São José da Barra. Segundo os bombeiros, pelo menos 30 pessoas ficaram feridas. Os trabalhos de busca pelas pessoas desaparecidas foram retomados hoje (9), às 5h.

A queda

O tenente Pedro Aihara relata que o Corpo de Bombeiros foi acionado por volta de meio dia, por funcionários que trabalham próximo da ponte do Turvo, em Capitólio. ”Eles relataram que aconteceu uma cabela d’água na região dos cânions e que teria acontecido o rolamento de pedras e estruturas rochosas”, pontuou. Mais 40 bombeiros estavam empenhados na operação, que contava com mergulhadores e apoio do helicóptero da corporação.

Continua após a publicidade

Leia mais sobre:
Brasil Destaque