09 de agosto de 2022
Goiânia • atualizado em 25/07/2022 às 12:35

Mais dois novos CMEIs deverão ser entregues em agosto, diz secretário municipal de Educação

Wellington Bessa fez balanço do 1º semestre e falou sobre as perspectivas para o 2º semestre na Educação
Secretário avalia retorno das aulas presenciais no 2º semestre de forma positiva (Foto: PUC Goiás)
Secretário avalia retorno das aulas presenciais no 2º semestre de forma positiva (Foto: PUC Goiás)

Presente na inauguração do novo Terminal Isidória, na manhã desta segunda-feira (25), o Secretário Municipal de Educação de Goiânia, Wellington Bessa, projetou ao Diário de Goiás como deverá ser o segundo semestre com relação a educação no município. Segundo ele, estão previstas as entregas de pelo menos dois Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs).

“Temos a previsão de entrega de pelo menos dois novos CMEIs no mês de agosto e, no segundo semestre, retomaremos também as obras que estão paradas. Além disso, temos como objetivo levar a licitação de 13 novas unidades de CMEIs.”, destaca Bessa.

Sobre o retorno das aulas presenciais, o secretário avalia o cenário de forma otimista. “Hoje temos um cenário já de pós-pandemia, de recuperação de aprendizagem, onde os alunos têm melhores condições de aprender. Estamos muito confiantes e felizes com esse retorno, já que pudemos investir mais no nosso material pedagógico, na alimentação escolar e nas nossas unidades”, pontua.

Continua após a publicidade

LEIA TAMBÉM: Cruz prevê entrega do Trecho 2 do BRT para 1º semestre de 2023 (diariodegoias.com.br)

Balanço

Com relação a Educação na capital no primeiro semestre deste ano, Bessa também considera que o balanço foi positivo. “Conseguimos retomar aprendizagens, e implementar o nosso planejamento pedagógico”, avalia.

Sobre a greve de professores, o secretário frisou os acordos feitos com a categoria. “Chegamos em um acordo com os servidores em que foi possível pagarmos o piso salarial no percentual de 15%, sendo 10,16% a partir do mês de abril e 4,84% a partir de setembro. Também aumentamos a regência, e pudemos criar de maneira inédita o auxílio locomoção para os servidores temporários da Educação, assim como para os servidores administrativos. Nos preparamos para que no 2º semestre a gente tenha melhores condições para a educação municipal”, afirma Bessa.

Continua após a publicidade