12 de junho de 2024
Imposto de Renda • atualizado em 31/05/2024 às 15:16

Maior lote de restituição do IR é pago nesta sexta-feira (31), com prioridade aos moradores do RS

Os valores serão pagos pela Receita Federal a mais de 5 milhões de pessoas, em todo o Brasil
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O primeiro lote da restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física 2024 – referente ao ano de 2023 – é pago nesta sexta-feira (31), pela Receita Federal. Trata-se do primeiro dos cinco lotes, com prioridade às vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul.

Ao todo, R$ 9,5 bilhões serão depositados a 5.562.065 contribuintes, no considerado o maior lote de restituição do Imposto de Renda da história. O pagamento é realizado ao longo do dia, na conta informada na declaração.

De acordo com a Agência Brasil, com dados do Fisco, a maior parte dos contribuintes (2.595.933) tem entre 60 e 79 anos. Em seguida, há 1.105.772 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério. Em terceiro, vêm 886.260 declarações de contribuintes gaúchos, incluindo exercícios anteriores, totalizando mais de R$ 1 bilhão.

Em quarto lugar, estão 787.747 contribuintes que informaram a chave Pix do tipo Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) na declaração do Imposto de Renda ou usaram a declaração pré-preenchida. Desde o ano passado, a informação da chave Pix dá prioridade no recebimento. O restante dos contribuintes são 258.877 idosos acima de 80 anos e 162.902 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Para saber se está incluído no lote, basta fazer a consulta na página da Receita Federal na internet, na opção “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, no botão “Consultar a Restituição”. Também é possível fazer a consulta no aplicativo da Receita Federal para tablets e smartphones.

Caso o contribuinte não esteja na lista, deverá entrar no Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC) e tirar o extrato da declaração. Se verificar uma pendência, pode enviar uma declaração retificadora e esperar os próximos lotes da malha fina.


Leia mais sobre: / / Brasil