21 de junho de 2024
Eleições em Goiânia

Mabel participa de evento na Acieg, com presença de Zema, e insiste na busca de aliança com o Novo

O pré-candidato à Prefeitura de Goiânia afirma ter pensamentos alinhados com os do partido e frisa estar em diálogo com a sigla, visando candidatura única para o pleito municipal
Foto: Altair Tavares
Foto: Altair Tavares

O empresário e pré-candidato à Prefeitura de Goiânia, Sandro Mabel (UB), participou, nesta sexta-feira (7), do Fórum das Entidades Empresariais, realizado na Associação Comercial, Industrial e de Serviços do Estado de Goiás (Acieg), com a presença do governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Partido Novo).

Na ocasião, o político demonstrou, em entrevista ao editor-chefe do Diário de Goiás, o jornalista Altair Tavares, o desejo de união do grupo para candidatura única na capital. “Estamos trabalhando para isso. Temos conversado. Vamos ver se conseguimos viabilizar”, disse.

Mabel destacou que as discussões de plano de governo de seu grupo estão, inclusive, alinhadas com relação ao pensamento do partido. “Seria importante se, em algum momento, nós pudéssemos nos unir e trabalhar todos juntos”, salientou o pré-candidato. O empresário Leonardo Rizzo é pré-candidato à prefeito de Goiânia pelo Novo.

Durante a entrevista, Mabel evidenciou ser “amigo particular”, de Rizzo e que os dois possuem uma relação com “grande entrosamento”, sobretudo sobre assuntos relacionados à gestão municipal, e que o empresário teria o convidado para o evento na Acieg. “Temos trocado ideias sobre Goiânia. Então, tudo isso é uma soma de ações que nos motiva estar aqui hoje para receber o governador”, disse,

Com relação à administração de Rogério Cruz e possíveis melhorias realizadas na área da saúde, no município, Mabel afirmou enxergar, ainda, insatisfação por parte da sociedade goianiense. “Mesmo que tenha feito, ficou a desejar, pois a população está reclamando”, frisou. “Está faltando fazer mais coisas para que a gente possa atender essa população na necessidade que tem”, salientou.

O pré-candidato questionou, dentre outros pontos, o horário funcionamento das unidades de saúde, o fechamento do Cais do Jardim Guanabara e o atendimento de pediatria realizado apenas no Cais de Campinas. “Esse tipo de assistência tem que ser bem feita, bem gerida e com um trabalho da Prefeitura e dinheiro do governo federa, que nós estamos perdendo”, ponderou Sandro Mabel.


Leia mais sobre: / / / Política