27 de fevereiro de 2024
Pesquisa

Lula é aprovado por 38% e reprovado por 30% em primeiro ano “estável”, diz Datafolha

Pesquisa mostra, também, que mais da metade das pessoas considera que o petista fez menos do que o esperado
Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante o encontro dos Chefes de Estado dos Estados Partes do MERCOSUL, no Museu do Amanhã, Rio de Janeiro - RJ. (Foto: Ricardo Stuckert / PR)
Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante o encontro dos Chefes de Estado dos Estados Partes do MERCOSUL, no Museu do Amanhã, Rio de Janeiro - RJ. (Foto: Ricardo Stuckert / PR)

Faltando poucas semanas para o fim do primeiro ano de seu terceiro mandato, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece como estável quanto a avaliação de seu governo. Que diz isso é a nova pesquisa do Datafolha divulgada nesta quinta-feira (7): com 38% de aprovação dos brasileiros, enquanto 30% consideram seu trabalho regular, e o mesmo número acha ruim ou péssimo.

Esta é a quarta rodada do Datafolha sobre a popularidade do petista. Foram 2.004 eleitores ouvidos em 135 cidades do Brasil na última terça (5). A margem de erro média é dois pontos para mais ou para menos. Considerando a margem de erro, os números continuam bem parecidos desde então. A maior variação ocorreu entre junho e setembro, quando a reprovação foi de 27% para 31%.

Apesar disso, um recorte da pesquisa mostrou outra variação: Enquanto em março 51% dos eleitores achavam que Lula fez menos do que o esperado, agora são 57%. Já aqueles que acham que ele superou expectativas oscilaram de 18% para 16%, assim como os que dizem que ele fez o esperado (25% para 24%).

O Datafolha também comparou os dados do primeiro ano de governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) com o de Lula. No fim de seu primeiro ano, quando não havia começado o período mais agudo da gestão, Bolsonaro tinha 30% de aprovação, 32% de avaliação regular e 36% de ruim/péssimo. Ou seja, neste quesito, o petista acaba se saindo melhor.


Leia mais sobre: Notícias do Estado

Carlos Nathan Sampaio

Jornalista formado pela Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT) em 2013, especialista Estratégias de Mídias Digitais pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiânia - IPOG, pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Senac e especialista em SEO.