12 de agosto de 2022
Privatização

Lula afirma que venda de empresas públicas ‘vai parar’

Ex-presidente disse que é preciso defender empresas públicas e citou Petrobras, Eletrobras, Correios, BNDES, Caixa e Banco do Brasil
Em discurso em Brasília, Lula demonstrou contrariedade à venda de estatais. Foto: Reprodução/Instagram
Em discurso em Brasília, Lula demonstrou contrariedade à venda de estatais. Foto: Reprodução/Instagram

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato ao Palácio do Planalto, voltou a criticar as privatizações. “Quero dizer que vai parar a venda de empresas públicas”, declarou o petista nesta quinta-feira, 28, em discurso na 74ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), na Universidade de Brasília (UnB).

No começo do mês, em agenda na Bahia, Lula disse que é preciso defender as empresas públicas e citou nominalmente Petrobras, Eletrobras, Correios, BNDES, Caixa e Banco do Brasil.

“Vamos incentivar a criação e consolidação de empresas privadas, públicas/estatais e empreendimentos de propriedade compartilhada, intensivas em tecnologia em setores de média e alta tecnologia e indústria 4.0”, afirmou Lula.

Continua após a publicidade

O ex-presidente foi hoje ao evento na UnB acompanhado pelo ex-ministro Aloizio Mercadante, que coordena seu programa econômico, do senador Jaques Wagner (PT-BA), que também integra a coordenação da campanha, e de Janja, sua esposa. (Por Iander Porcella e Lauriberto Pompeu/Estadão Conteúdo)