10 de agosto de 2022
Corrida eleitoral • atualizado em 26/07/2022 às 10:07

Luiz Carlos do Carmo anuncia desistência da pré-candidatura ao Senado Federal

Após fazer gestos a Gustavo Mendanha (Patriota) e mais recentemente ao ex-governador Marconi Perillo (PSDB), o senador Luiz do Carmo anunciou desistência da pré-candidatura ao Senado e indicou que deve permanecer na base do governador
Ao lado do governador Ronaldo Caiado (União Brasil), Luiz do Carmo (PSC) indicou que deve permanecer na base governista mas retirou sua pré-candidatura ao Senado
Ao lado do governador Ronaldo Caiado (União Brasil), Luiz do Carmo (PSC) indicou que deve permanecer na base governista mas retirou sua pré-candidatura ao Senado

Senador que buscava a reeleição, Luiz Carlos do Carmo (PSC) anunciou nesta segunda-feira (26/07) que não irá permanecer com sua pré-candidatura durante o pleito. A desistência foi anunciada em vídeo publicado nas redes sociais no fim da tarde desta segunda-feira (26/07), ao lado do governador Ronaldo Caiado (União Brasil). Ele apagou a publicação na sequência, mas a informação foi confirmada pelo presidente do PSC e irmão do político, Eurípedes do Carmo, ao Diário de Goiás. 

Nas redes sociais, Luiz do Carmo manteve uma publicação em que dava pistas da decisão. “Meu projeto político nunca foi pessoal. Sou apenas um canal de transformação da realidade do meu povo. Fazer política não é sobre atender a interesses particulares, é sobre buscar o melhor para a população. É para isso que dedico o meu trabalho”, disse na legenda do post.

LEIA TAMBÉM: Presidente do PSC goiano fala em “meio-termo” para garantir Luiz Carlos do Carmo na base de Caiado

Continua após a publicidade

O vídeo excluído anunciava de forma clara a desistência e justificava dizendo que seu “grupo” achou melhor pela retirada da pré-candidatura. “O meu grupo que é grande e fizeram parceria com o governador Ronaldo Caiado achou melhor a minha desistência a minha candidatura ao Senado Federal para apoiar o projeto seu. Quero neste momento retirar minha candidatura ao Senado para que o Caiado fique a vontade a tocar esse projeto grande dele que é a reeleição dele”, pontuou.

No mesmo vídeo, o governador Ronaldo Caiado agradecia o gesto e dizia que ambos iriam caminhar juntos. “Meu carinho e amizade por você. Seu grupo político e familiares. Ao receber esse gesto seu, de coração, meu muito obrigado. Você fortalece o processo político dessa transformação que estamos fazendo juntos. Pode ter certeza, nosso caminho é trilhar juntos em benefício ao Estado de Goiás”, concluía.

O anúncio põe ponto final às especulações que indicavam que Luiz do Carmo poderia caminhar com um outro candidato à oposição. Ele se reuniu com Marconi Perillo (PSDB) recentemente e alimentou expectativas em torno de uma aliança. Anteriormente, havia feito elogios ao ex-prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha (Patriota) que já anunciou o nome do deputado federal João Campos (Republicanos) como pré-candidato ao Senado Federal.

Continua após a publicidade

Também é uma preocupação a menos para Caiado com relação às candidaturas ao Senado pela base. Pulverizadas elas apresentavam uma verdadeira dor de cabeça ao goverandor já que além de Do Carmo, os deputados federais Waldir Soares e Zacharias Calil, do União Brasil, o presidente do PP em Goiás, Alexandre Baldy e o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSD), também pretendem viabilizar seus nomes pela base. Este último, inclusive, já fez acenos à oposição e deu o recado: se não for único candidato, pode fazer voo solo durante a campanha.