27 de fevereiro de 2024
Saúde • atualizado em 14/11/2022 às 17:28

Ludhmila Hajjar deve integrar “conselho de notáveis” de Lula durante a transição

Roberto Kalil Filho e Miguel Srougi também são cotados para a função ao lado da médica goiana
Natural de Anápolis, Ludhmila Hajjar é referencia nacional na área de cardiologia (Foto: Reprodução/TV Globo)
Natural de Anápolis, Ludhmila Hajjar é referencia nacional na área de cardiologia (Foto: Reprodução/TV Globo)

A médica goiana Ludhmila Hajjar deve integrar um “conselho de notáveis” do presidente eleito, Lula (PT), na área da saúde, ao lado dos também médicos Roberto Kalil Filho e Miguel Srougi, de acordo com o site Poder360.

O “conselho de notáveis” terá como objetivo auxiliar a equipe do petista, mas sem participar de transição de forma oficial. Os três já teriam aceitado o convite, formalizado pelo vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin (PSB).

Natural de Anápolis, Ludhmila é referência nacional na área de cardiologia e chegou a ser especulada como ministra da Saúde de Jair Bolsonaro (PL) durante a pandemia, mas se indispôs com o presidente. Kalil também é cardiologista, inclusive do próprio Lula. Srougi, por sua vez, é urologista.

O Diário de Goiás já havia mostrado que a médica goiana está entre as cotadas para assumir o Ministério de Saúde. Ela tem o apoio do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Congresso Nacional, mais especificamente do ministro Gilmar Mendes e do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas).


Leia mais sobre: / / Política