30 de junho de 2022
Eleições 2022 • atualizado em 22/05/2022 às 13:59

Lissauer Vieira oficializa pré-candidatura ao Senado durante evento realizado em Rio Verde

Encontro aconteceu sem a presença de Ronaldo Caiado, mas reuniu centenas de pessoas, incluindo lideranças políticas e do agronegócio
Lissauer Vieira é atual presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, mas mira a única cadeira disponível no Senado neste ano de eleição. (Foto: divulgação)
Lissauer Vieira é atual presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, mas mira a única cadeira disponível no Senado neste ano de eleição. (Foto: divulgação)

O Sindicato Rural da cidade de Rio Verde, região Sudoeste de Goiás, recebeu neste domingo (22) centenas de pessoas para o evento de oficialização da pré-candidatura de Lissauer Vieira (PSD), atual presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), ao Senado Federal. O encontro, que também foi transmitido ao vivo pelas redes sociais e reuniu lideranças políticas e do agronegócio, no entanto, ocorreu sem a presença do governador Ronaldo Caiado (União Brasil), que segue se recuperando de Covid-19.

Dentre as lideranças presentes, discursaram, antes de Lissauer, o presidente do PSD em Goiás, Vilmar Rocha, o presidente regional do PTB, Eduardo Macedo, e o atual prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale (União Brasil). Em suas falas, o mesmo: enalteceram Lissauer e disseram como é importante sua ia para o Congresso.

Em sua vez de falar, Lissauer também não verbalizou novidades, trouxe apenas um discurso alinhado ao de Caiado sobre “ninguém governar sozinho”. “Não se governa ou constrói um Estado sozinho, não se investe se não tiver parcerias, e foi o que eu e meus colegas parlamentares fizemos quando demos a condição governabilidade ao Caiado […] eu participei ativamente deste processo em Goiás, ao longo de anos, de todas decisões importantes do governador ele chamava os poderes pra tomar a decisão juntos, e vamos avanças mais”, foi uma das falas do deputado.

Continua após a publicidade

Lissauer ainda considerou o dia como “histórico” e “importante para política” em Goiás, além de criticar governo anterior, sem citar Marconi Perillo ou José Eliton, ambos do PSDB, ao falar da situação econômica em que o Estado foi entregue em 2019, comparando em como esta agora, dada a aprovação do Regime de Recuperação Fiscal. O pré-candidato ao Senado também chegou a afirmar que a Segurança Pública de Goiás é, hoje, a “melhor do Brasil” e que “todas as escolas” do Estado foram reformadas.

O evento ainda contou com o secretário de Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Thiago Freitas de Mendonças, representando Caiado, o deputado federal Zé Mario Schreiner (União Brasil), o presidente da Comigo (Cooperativa dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano), Antonio Chavaglia e a maioria dos vereadores de Rio Verde.

Na transmissão online, os internautas se dividiram em críticas e aprovações. Uma das espectadoras chegou a escrever que, apesar de apoiar Paulo do Vale e outros políticos presentes, não apoiava Lissauer. Outro comentarista afirmou que o atual presidente da Alego, “fez muito por Goiás”.

Continua após a publicidade

Vale lembrar que Lissauer é um dos principais defensores do agronegócio em Goiás, e ganhou o apoio do setor produtivo para fortalecer sua disputa nas eleições 2022. Entidades como Aprosoja-GO, FAEG, OCB,SGPA, AGOPA e outras, estarão presentes no evento. Apesar disso, uma pesquisa encomenda pela Associação Goiana de Gado Nelore (Nelore Goiás) junto ao Brasmarket Inteligência apontou que o nome do deputado federal Delegado Waldir (União Brasil) é que aparece como preferido para a única cadeira que estará em jogo para o Senado. O deputado aparece com 28,3% em um dos cenários testados.  

Delegado Waldir aparece com 24,1% quando é colocado o nome do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) entre os pré-candidatos e aparece com 19,6%. Na sequência aparecem cinco nomes empatados dentro da margem de erro (de 3,4% para mais ou para menos). O deputado federal João Campos (Republicanos) aparece com 7,4%, o ex-ministro das Cidades Alexandre Baldy (Progressistas), com 5,3%, o ex-senador Wilder Morais (PL), com 4,6%, o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSD), no entanto, está com 4,5%, e o senador Luiz do Carmo (PSC), aparece com 3,6%.