09 de agosto de 2022
Férias de última hora

Léo Dias faz viagem internacional misteriosa após repercussão do caso Klara Castanho

Colunista de fofoca deixou o Brasil na madrugada desta quinta (30/06)
Léo Dias gravou stories dentro do avião e postou foto do passaporte. Foto: Reprodução/Instagram
Léo Dias gravou stories dentro do avião e postou foto do passaporte. Foto: Reprodução/Instagram

O jornalista de entretenimento Léo Dias, um dos responsáveis pela exposição do caso da atriz Klara Castanho, deixou o Brasil para uma viagem com destino ainda desconhecido na madrugada desta quinta-feira (30/06). Em sua rede social, o colunista do site Metrópoles postou fotos do seu passaporte e gravou vídeos dentro do avião.

Nos stories, em que aparece ao lado do companheiro, Léo conta que a decisão foi de última hora.”A gente decidiu hoje. Liguei, comprei a passagem, e estamos aqui”, relatou. Na sequência de stories, o jornalista aparece dentro do avião na classe executiva da companhia aérea Emirates, e mostra o mapa de vôo que passa pelo Oriente Médio, fazendo suspense quanto ao destino da viagem.

Repercussão

Continua após a publicidade

O colunista de fofoca se envolveu em polêmica após expor a história da atriz Klara Castanho, que relatou em uma carta nas redes sociais que foi vítima de crime de estupro e decidiu entregar a criança para adoção voluntária, um direito garantido legalmente.

A atriz informou na carta que, além da violência sexual, também foi vítima de exposição da equipe de saúde do hospital onde o parto da criança gestada por ela foi realizado. Uma enfermeira, integrante da equipe que prestou atendimento médico à Klara, vazou informações sigilosas da paciente, do bebê e das circunstância do ocorrido.

Após repercussão, Léo Dias postou uma nota em seu Instagram se desculpando pelo erro. “Errei ao publicar qualquer linha a esse respeito. Mesmo que a revelação da história não tenha partido de mim”, escreveu em um trecho do post.

Continua após a publicidade

Por meio de nota, o Metrópoles informou que o colunista não seria demitido e listou casos divulgados por ele ao longo da carreira. “Não será com a demissão do colunista que pretendemos enfrentar esta questão”, escreveu.

Luana Cardoso é estagiária pelo convênio do Diário de Goiás com a UFG (Universidade Federal de Goiás) sob supervisão de Domingos Ketelbey