24 de junho de 2024
INVESTIGAÇÃO

Laudo preliminar aponta que Ana Clara Benevides teve pequenas hemorragias no pulmão

Ana Clara Benevides morreu durante o primeiro show da cantora Taylor Swift no Brasil, que aconteceu na sexta-feira no Engenhão
Foram realizados exames toxicológicos e histopatológicos, com previsão de entrega em 30 dias. (Foto: Reprodução)
Foram realizados exames toxicológicos e histopatológicos, com previsão de entrega em 30 dias. (Foto: Reprodução)

O laudo preliminar do Instituto Médico Legal (IML) aponta que Ana Clara Benevides, fã de Taylor Swift que morreu durante o show da cantora na sexta-feira (17) no Engenhão, apresentava pequenas hemorragias no pulmão. Os detalhes do caso foram revelados para a CNN pela delegada Juliana Almeida.

Na reportagem, a delegada afirmou que esse sintoma pode ser causado por calor, insolação e desidratação, mas é necessário que espere o resultado dos exames para confirmar. “Agora é prematuro afirmar que a Ana Clara morreu por hipertermia (excesso de calor). Se tudo der negativo, poderemos chegar à conclusão de que foi por causa do calor”, explicou.

Foram realizados exames toxicológicos e histopatológicos, com previsão de entrega em 30 dias. A investigação segue sendo feita pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, por meio da 24ª DP (Piedade).

O velório e o sepultamento de Ana Benevides foram realizado na segunda-feira (20), na Câmara dos Vereadores de Sonora e no cemitério da cidade de Pedro Gomes, respectivamente.

Por meio de vídeo publicado para agradecer a vaquinha feita pelos fãs para arcar com os custos do traslado, a mãe de Ana Clara, Adriana Benevides, afirmou que agora sabe quanto a filha era querida. “Hoje eu sei que a minha filha foi muito amada. Obrigada a todos vocês, de coração, o agradecimento vai de toda a família. Eu quero fazer tudo do jeitinho que ela gostava. Se sintam abraçados por mim”, disse.


Leia mais sobre: / / / / Brasil

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.