30 de maio de 2024
União

Lançamento de campanha une governo federal, estadual e prefeitura, em Goiânia 

Além de Goiânia o governo federal percorrerá capitais de todo o país estimulando medidas de combate à violência no ambiente escolar
Márcio Macedo, Daniel Vilela e Rogério Cruz. (Foto: Jota Eurípedes)
Márcio Macedo, Daniel Vilela e Rogério Cruz. (Foto: Jota Eurípedes)

Na tarde desta quarta-feira (17) o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Márcio Macedo, o vice-governador de Goiás, Daniel Vilela e o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, se uniram no lançamento da campanha “Caravana Juventude Pela Paz nas Escolas”.

A iniciativa, realizada pelo governo federal, percorrerá capitais de todo o país estimulando medidas de combate à violência no ambiente escolar.

“A Caravana da Juventude pela Paz nas Escolas vai ao encontro das políticas públicas que temos promovido em âmbito municipal com o objetivo de garantir a segurança das nossas crianças. Nas últimas semanas, montamos uma ampla rede de proteção chamada de Escolas Sem Violência, que envolveu mais de 800 agentes da Guarda Civil Metropolitana para proteger a toda comunidade escolar. Ao mesmo tempo, voltamos nossos olhares e corações para problemas sociais como bullying e o racismo”, destaca Rogério Cruz.

O secretário-Geral da Presidência da República, Márcio Macedo, afirmou que o processo de colocar o projeto em prática foi um momento de muita dor por conta do atentado em Blumenau, quando um homem invadiu uma creche e matou quatro crianças em abril deste ano. “Isso, quem é pai e mãe, sabe a dor que é. Essa foi uma cena muito triste na história do nosso país”, disse.

“O Brasil não tem cultura da violência, de invasão de escola. O Brasil tem uma cultura de paz, de alegria, de amor, de um povo ordeiro e trabalhador”, completou.

Márcio Macedo também elogiou as medidas adotadas pelo governador Ronaldo Caiado e pelo prefeito Rogério Cruz para garantir a segurança das escolas.

“Eu sei que aqui em Goiás tomou-se iniciativas muito eficientes de ação no combate à violência. O governo federal adotou ações muito fortes para liberação de recursos de incentivo a uma segurança mais ostensiva. Mas o fundamental é o diálogo, é a educação, é a conversa, é a escola ser povoada pelo bem, pelas famílias, pela cultura do seu entorno. Nós vamos fazer essa jornada pelo país nas escolas públicas para que juntos nós possamos dar um grito de basta à cultura da violência”, concluiu.

O vice-governador Daniel Vilela, por sua vez, afirmou que “é uma responsabilidade das lideranças políticas promoverem uma cultura de paz em toda a sociedade”, e recordou o histórico de bom relacionamento entre Goiânia e o Governo Federal.

“Não poderia haver um local mais apropriado para lançar esse programa importantíssimo que visa a difusão da cultura de paz e de tolerância nas escolas do nosso país”, disse.

De acordo com o secretário Nacional da Juventude, Ronald Luiz dos Santos, Goiânia foi escolhida para o lançamento da caravana por acreditar no desafio de promover uma cultura de paz nas escolas e também por já ter sido vítima de um ato de violência, no caso do Colégio Goyazes.

“A nossa intenção é buscar um sentimento de tolerância, acolhimento. Realizar essa atividade aqui é uma questão de gratidão por uma cidade que topou o desafio”, afirma.

Medidas

O governador Ronaldo Caiado determinou a destinação, entre outras medidas, de R$ 1,8 milhão para reforçar a segurança nas escolas estaduais.

O valor foi para aquisição de detectores de metais portáteis e reforço do monitoramento eletrônico – já adquiridos e repassados às 999 unidades sob gestão do governo estadual.

Programa

A Caravana da Juventude pela Paz nas Escolas é um projeto do Grupo de Trabalho Interministerial (GTI) de Prevenção e Enfrentamento da Violência nas Escolas, por intermédio da coordenação da Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) da Secretaria-Geral da Presidência da República.

A ação tem como objetivo desenvolver atividades culturais, esportivas, científicas, oficinas com especialistas, palestras e apresentações sobre direitos para crianças, adolescentes e jovens. O propósito é construir uma grande ação de Estado para a difusão de cultura de paz, tolerância e direitos para a prevenção da violência em ambientes educacionais.

A proposta da Caravana, nesta primeira fase, é a de visitar uma unidade escolar em cada um dos 10 territórios definidos pelo comitê gestor, construindo um dia de atividades nas escolas, com uma programação que contemple oficinas. Na unidade de ensino municipal escolhida em Goiânia estudam cerca de 800 alunos.

As programações de cada visita serão sempre definidas com os gestores municipais e estaduais, e a SNJ apresentará as opções de oficinas que as metodologias foram desenvolvidas em diálogos com os representantes dos ministérios no GTI.


Leia mais sobre: / / / / Política