04 de dezembro de 2023
Política • atualizado em 14/06/2012 às 03:52

Justiça solta acusado de assessorar Cachoeira na exploração ilegal de jogos

O desembargador Fernando Tourinho Neto, do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF1), decidiu nessa quarta-feira (13) soltar José Olímpio de Queiroga Neto, preso na Operação Monte Carlo, da Polícia Federal. Conhecido como Careca, Queiroga Neto é acusado de atuar na exploração de casas de jogos no entorno do Distrito Federal, seguindo esquema chefiado por Carlinhos Cachoeira.

A defesa pediu a liberdade de Queiroga alegando que ele não iria praticar novos crimes porque a quadrilha já foi desarticulada. Os advogados argumentaram, ainda, que todas as máquinas caça-níqueis foram apreendidas e que a família de José Olimpo não tem condições financeiras para comprar novos equipamentos.

Leia Também

Ao conceder a liminar, o desembargador Tourinho Neto entendeu que o esquema criminoso foi desfeito com a prisão de Carlinhos Cachoeira e com o fechamento das casas de jogos de azar. “Não há mais a potencialidade, dita no decreto de prisão preventiva, que traga perturbação à ordem pública”, justificou o magistrado.

Embora já possa deixar o Presídio da Papuda, em Brasília, Queiroga Neto terá que se apresentar à Justiça mensalmente e não manter contato com outros denunciados enquanto durar o processo. Ele também não pode viajar sem autorização judicial. (Agência Brasil) 


Leia mais sobre: Política