28 de fevereiro de 2024
CÁRCERE PRIVADO

Jovem é preso em flagrante por maus-tratos e exploração financeira contra a mãe idosa

Segundo a PCGO, o registro da ocorrência foi feito pelo irmão do jovem, que afirmou que a idosa estava trancada dentro de casa
Ao chegar na residência, a equipe constatou que a idosa estava sem se alimentar e sem receber os medicamentos. (Foto: PCGO)
Ao chegar na residência, a equipe constatou que a idosa estava sem se alimentar e sem receber os medicamentos. (Foto: PCGO)

Um jovem de 18 anos foi preso em flagrante por maus-tratos, exploração financeira e cárcere privado contra a própria mãe, uma idosa de 80 anos. A prisão foi realizada pela Polícia Civil de Goiás (PCGO), por meio da Delegacia Especializada no Atendimento ao Idoso de Goiânia (DEAI), na quarta-feira (29).

Segundo informações da PCGO, o registro da ocorrência foi feito pelo irmão do jovem, que afirmou que a mãe estava trancada dentro de casa a mais de cinco dias, sem acesso a ninguém e com sérios problemas de saúde. A idosa tem uma das pernas amputadas, é diabética e cega, exigindo que receba cuidados especiais. Além disso, o jovem autuado também impedia que os outros filhos da mulher a visitassem.

Ao chegar na residência, a equipe constatou que a idosa estava sem se alimentar e sem receber os medicamentos, além de estar com o pé ferido. Segundo o delegado titular da DEAI, Alexandre Bruno, a idosa foi encaminhada para um hospital para receber os cuidados necessários.

“A Polícia Civil verificou que verdadeiramente a idosa estava trancada na casa e gritava de dores por conta do pé que já estava gangrenado. Dessa forma, efetuamos a prisão desse filho mais novo e a idosa foi encaminhada imediatamente para um hospital, onde permanece internada na UTI [Unidade de Terapia Intensiva], correndo risco de ter que amputar esse pé”, explicou.

Exploração financeira

Após oitivas, a PCGO também identificou o crime de exploração financeira, já que o rapaz havia se apropriado do cartão da idosa. De acordo com o delegado, o filho mais novo era responsável pela guarda da mãe e pelas despesas da casa.

“Tudo isso foi provocado pelo filho mais novo, que ficava com a guarda da idosa, bem como responsável pelas despesas da casa, uma vez que a idosa era aposentada e esse dinheiro utilizado seria, ou deveria ser utilizado, para isso”, relatou.


Leia mais sobre: / / / / / / / Cidades

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.