16 de abril de 2024
POSSÍVEL TRÁFICO DE PESSOAS

Jovem desaparecida em Quirinópolis é encontrada em São Paulo em posse de estrangeiros

Suspeitos são investigados por possível crime de tráfico de pessoas
Jovem foi encontrada em menos de 24 horas de operação. (Foto: PCGO)
Jovem foi encontrada em menos de 24 horas de operação. (Foto: PCGO)

A Polícia Civil de Goiás (PCGO) localizou uma jovem de 24 anos, com transtorno do espectro autista nível 2, que estava desaparecida. De acordo com a PCGO, a desaparecida estava em posse de duas mulheres holandesas que residiam em Portugal, que foram até a cidade de Quirinópolis, em Goiás, para levá-la ao exterior. O delegado de Quirinópolis, Thiago Latorre, explicou que a corporação recebeu o comunicado do desaparecimento no sábado (24).

“Nós realizamos diligência para tentar identificar onde essa jovem poderia estar. A família também informou que essa jovem estava conversando com uma portuguesa e teria deixado uma carta via WhatsApp comunicando que iria para Portugal e passaria a residir naquele país”, iniciou.

O delegado informou ainda que identificaram que a última parada próxima da jovem teria ocorrido em Paranaiguara, município localizado a cerca de 65,8 km de Quirinópolis, em um posto de gasolina. “Assim, conseguimos imagens, identificamos o veículo que os supostos portugueses estavam. Dessa forma, passamos a realizar diligência nas proximidades”, afirmou.

Abordagem

A ação contou com a equipe da PCGO em Quirinópolis, com auxílio de alguns policiais na delegacia de Rio Verde. O veículo em que a jovem estava foi localizado por volta de 12h em São José do Rio Preto, município localizado em São Paulo.

“Dessa forma, conseguimos um apoio da Polícia Rodoviária Federal que, de imediato, passou a fazer diligências e conseguiu localizar essa jovem no interior do Shopping de São José do Rio Preto. Assim que a jovem deixou o local, os policiais conseguiram abordar as duas pessoas que estavam com ela, as identificando como holandesas, mas que residem no país de Portugal”, disse.

A orientação da PCGO para a Polícia Rodoviária Federal foi para encaminhar a jovem e os dois suspeitos para a Polícia Federal, por suposto crime de tráfico de pessoas. Primeiro, a jovem foi encaminhada para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), onde foi feito um pré-atendimento que constatou a necessidade de tratamento psiquiátrico, sendo posteriormente encaminhada para o hospital Bezerra de Menezes, em São José do Rio Preto.

No hospital, a jovem aguardou a chegada dos avós para retornar ao município de Quirinópolis, enquanto os estrangeiros permaneceram no município paulista, sendo investigados pelo crime de tráfico de pessoas.


Leia mais sobre: / / / / / / / Cidades

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.