26 de maio de 2022
Eleições 2012

Jovair promete colocar o “time em campo” para resolver os problemas de mobilidade urbana

O candidato à prefeitura pela coligação Goiânia 24 Horas, Jovair Arantes (PTB), fala ao Diário de Goiás sobre a necessidade de mais habilidade no Executivo da Capital. Para o petebista, o que falta nesta cidade é ação: “Precisamos de um prefeito que saia da inércia e vá em busca de recursos para melhorar a qualidade de vida dos goianienses.”

Segundo Jovair, em sua gestão serão construídos 60 quilômetros de ciclovias. Os problemas de sinalização e iluminação da cidade também serão saneados por sua equipe. “O cidadão que chega em Goiânia atualmente precisa contratar uma pessoa para conseguir sair da cidade, que é mal sinalizada”, reclama o candidato.

Joavair afirma também que seus projetos para o transporte coletivo serão rapidamente executados. “Assim que eu assumir a prefeitura, se eleito, vou abrir, junto ao governo estadual, o processo de licitação para a implantação do VLT”, afirma.

Continua após a publicidade

Em seu plano de governo está previsto a utilização dos recursos, já existentes, da prefeitura de Goiânia para a solução dos problemas de mobilidade urbana. “Precisamos lançar mão do que já temos como recurso para sistematizar e melhorar o transporte coletivo. O que falta em Goiânia é gestão.”

Dentre as propostas, está também a realização de um estudo para identificar quais os destinos preferenciais do usuário de transporte coletivo, de modo a descobrir se as atuais rotas atendem as necessidades da população. O último estudo desta natureza realizado pela prefeitura foi em 2002.

“Essa atualização tem que ser feita imediatamente. Não podemos entrar em um ônibus com objetivo de ir para Vila Nova e ele nos levar ao Centro. Você está na Redenção e quer ir para Campinas, ele te leva para Vila Nova. Está no setor X, quer ir para o setor A e ele te leva para o B. Isso é um desrespeito com as pessoas que querem andar de ônibus na cidade”, afirma Jovair. “O ônibus tem me levar aonde eu quero ir”.

Continua após a publicidade

 

Leia mais sobre:
Eleições 2012