18 de agosto de 2022
Farpas entre candidatos

“Lamento que ele tenha feito essa declaração”, diz João Campos sobre Vitor Hugo

João Campos saiu em defesa de seu aliado após Vitor Hugo chamá-lo de "esquerdista"
João Campos saiu em defesa de seu aliado após Vitor Hugo chamá-lo de "esquerdista" (Foto: Divulgação)
João Campos saiu em defesa de seu aliado após Vitor Hugo chamá-lo de "esquerdista" (Foto: Divulgação)

Após o deputado federal e pré-candidato ao Governo de Goiás, Major Vitor Hugo (PL) chamar o concorrente Gustavo Mendanha (Patriota) de “esquerdista” e “Doria do Cerrado”, o aliado do ex-prefeito de Aparecida de Goiânia e pré-candidato ao Senado Federal, João Campos saiu em defesa do patriota. “Eu tenho muito respeito pelo Vitor Hugo e amizade pessoal. Lamento que ele tenha feito essa declaração porque eu tenho certeza que eu conheço o Gustavo muito mais que o Vitor Hugo”, disse nesta sexta-feira (24/06) em entrevista a Rádio Bandeirantes.

“Eu conheço o Gustavo desde 1983. Conheço ele, conheço os pais, os avós, enfim. Sei portanto a convicção política, religiosa, etc e longe do que o Major Vitor Hugo disse. Quem sabe seja já em função do início do debate eleitoral ainda numa pré-campanha, porque não vejo outra razão para essa manifestação do meu amigo Major Vitor Hugo”, pontuou o republicano. 

LEIA TAMBÉM: Se eleito, João Campos promete desengavetar projeto de redução da maioridade penal

Continua após a publicidade

Questionado se várias candidaturas bolsonaristas poderiam atrapalhar os candidatos em Goiás, João Campos disse que não, pelo contrário: ajuda no impulsionamento do nome de Jair Bolsonaro em território goiano. “Eu não vejo razão para isso. É claro que o candidato oficial, o pré-candidato oficial do presidente Bolsonaro é o Major Vitor Hugo. Isso não se discute. Ele é do partido do presidente. Agora, de outro lado, está muito claro também até porque o Gustavo Mendanha tem tido isso com muita clareza, é que o palanque nosso Gustavo e João CAmpos também é do Bolsonaro”, salienta.

João Campos também cita o governador Ronaldo Caiado que também pode estender seu palanque ao presidente da República. “Então de alguma forma, é como se o presidente Bolsonaro tivesse de repente três palanques em Goiás, o que é muito bom para o presidente Bolsonaro e da minha parte e do Gustavo, não há nenhuma preocupação em relação a isso. Queremos a reeleição do presidente Bolsonaro. Nós defendemos isso abertamente”, ponderou. 

Mendanha esquerdista?

Continua após a publicidade

O deputado federal Major Vitor Hugo (PL) chamou o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia Gustavo Mendanha (Patriota) de “esquerdista” e “Doria do Cerrado”, em referência ao ex-governador de São Paulo João Doria.

Pelas redes sociais, o parlamentar rebateu uma informação que circulou em um grupo de WhatsApp sobre ele ocupar a vaga de vice na chapa de Mendanha. Os dois são pré-candidatos de oposição ao governo estadual.

“Vitor Hugo desistiu de [se] candidatar a governador por Goiás [e] vai ser vice do Gustavo Mendanha. Notícias de primeira mão”, diz a mensagem escrita por uma pessoa chamada Jaime.

“Ser vice-governador de um esquerdista, do Doria do Cerrado, como essa figura que está escrita aí, pode ter certeza que eu jamais serei”, afirmou Vitor Hugo, que prometeu acionar judicialmente o responsável pela mensagem. “Intenção clara de desgastar a minha imagem.”

LEIA TAMBÉM: Major Vitor Hugo garante que não irá compor com Ronaldo Caiado e Gustavo Mendanha

LEITA TAMBÉM: Mofatto diz que apoia Mendanha mesmo sob ‘risco de ser prejudicada pelo PL’

Leia mais sobre:
Eleições 2022 Política