12 de agosto de 2022
Apoio • atualizado em 06/08/2022 às 14:39

João Campos diz que maioria do Republicanos está com Mendanha e não com Caiado

O candidato do Republicanos afirmou ainda que, com relação à sua candidatura ao Senado Federal, o partido está unificado e esse é o projeto da legenda
Campos teve a candidatura ao Senado Federal oficializada em convenção realizada nesta sexta-feira (05);
Campos teve a candidatura ao Senado Federal oficializada em convenção realizada nesta sexta-feira (05);

Realizada nesta sexta-feira (05), a convenção do Republicanos em conjunto com o Patriota confirmou as candidaturas do ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (Patriota), ao governo do Estado e do deputado federal João Campos (Republicanos) ao Senado Federal. Ao Diário de Goiás, Campos declarou que a maioria do partido apoia a candidatura de Gustavo Mendanha.

“O partido sempre esteve mais com o Gustavo [Mendanha]. Se pegarmos, por exemplo, a chapa para deputado federal, que são 18 nomes, nós temos 12 que são Mendanha e 6 que são Caiado. Então se pegarmos por esse parâmetro pela chapa de federal, eu diria que 2/3 apoia Gustavo Mendanha e 1/3, Ronaldo Caiado. Mas, é bom esclarecer ainda, que, com relação à candidatura ao Senado Federal, o partido está unificado e esse é o nosso projeto”, afirmou Campos.

Questionado sobre o que muda em sua Campanha diante da confirmação de Marconi Perillo ao Senado, uma vez que Perillo liderava as pesquisas, Campos afirmou que nada muda, e projeta um debate mais rico. “Não muda absolutamente nada, acho que enriquece o processo. O eleitor tem mais opções, portanto, nós teremos um debate certamente mais rico na medida em que aumentam o número de candidatos”, garantiu o candidato do Republicanos.

Continua após a publicidade

LEIA TAMBÉM: Na convenção do João Campos, Kajuru declara apoio a Waldir e Gustavo Mendanha (diariodegoias.com.br)

Ele afirmou ainda que as ferramentas dais quais fará uso na Campanha independem dos demais candidatos. “As minhas ferramentas para essa campanha, serão sempre as mesmas, independentemente de quem sejam os outros pretendentes ao Senado. Minha história de vida, minha história política, serviço prestado, 20 anos de uma vida limpa, ficha limpa, de postura ética, de prática da verdade, da seriedade. São essas e com essas [ferramentas] que vou dialogar com os goianos para convencê-los de que de fato, guardo condições para, de forma digna, representar Goiás no Senado Federal e também contribuir com o Brasil”, finalizou.