14 de agosto de 2022
Eleições 2022

Janones e Luciano Bivar admitem desistir de candidatura à Presidência e devem apoiar Lula; entenda

Políticos, respectivamente do Partido Avante e União Brasil, anunciaram decisão nesta sexta-feira (29)
Apoio de Janones à Lula é mais garantido do que o de Luciano Bivar. (Fotos: reprodução)
Apoio de Janones à Lula é mais garantido do que o de Luciano Bivar. (Fotos: reprodução)

Os então pré-candidatos à Presidência do Luciano Bivar (União Brasil) e André Janones (Avante) decidiram, nesta sexta-feira (29), que não vão mais concorrer à eleição deste ano e que devem apoiar o candidato petista, Luiz Inácio Lula da Silva. A desistência do até então pré-candidato do União Brasil foi oficializada e, dono do maior fundo eleitoral e partidário depois da fusão do do PSL com o DEM, ele deve concorrer à reeleição como deputado federal, por Pernambuco.

Além disso, nos bastidores, Bivar teria dito a aliados que Lula sinalizou seu possível apoio na disputa pelo comando da Câmara dos Deputados em 2023, caso vença a eleição, em troca do apoio da União Brasil no primeiro turno. Aliados de Bivar dizem, no entanto, que sem uma articulação na qual o PT e o PSB construam o apoio de prefeitos do estado a Bivar, seria difícil o parlamentar conquistar uma vaga na Câmara.

Ou seja, a hipótese de o União Brasil apoiar Lula no primeiro turno é considerada pequena, já que dirigentes da legenda, como Ronaldo Caiado, seriam muito prejudicados com o apoio a Lula.

Continua após a publicidade

Janones, porém, apenas falou sobre a grande possibilidade de desistir, não formalizando, por enquanto. Em entrevista a diversos veículos de comunicação, também nesta sexta, o atual deputado federal por Minas Gerais, chegou a marcar um encontro com Lula para a próxima quinta-feira (4), em São Paulo. Na reunião, Janones deve apresentar propostas que gostaria de ter incluídas no programa de governo de Lula .

“Minha condição tem sido a adoção de propostas que eu tenho dentro do plano de governo de Lula. Se isso ocorrer, cogito, sim, apoiar o ex-presidente”, afirmou Janones ao Blog da Ana Flor, do G1. Ainda de acordo com a jornalista, entre as propostas está a manutenção do Auxílio Brasil permanente de R$ 600, com o dobro do valor para mães que sustentam as famílias e o aumento do atendimento e dos recursos destinados à saúde mental no Sistema Único de Saúde (SUS).