12 de junho de 2024
Política

Iris Araújo: “Oposição calada não é oposição. Oposição agachada não é oposição”

A deputada federal Iris Araújo (PMDB) colocou o pé na estrada. Deu o primeiro passo para a Caravana da Oposição. Começando pela cidade de Ceres, foi acompanhada pelo vice-prefeito de Goiânia, Agenor Mariano (PMDB), pelos deputados Bruno Peixoto (PMDB) e José Essado (PMDB), além de prefeitos e representantes do PT, PSB, PP, DEM e PPL, a maioria da região do Vale do São Patrício. Aproximadamente 200 pessoas se reuniram na Câmara Municipal da cidade e fizeram coro em seus discursos de Fora Marconi!

Sem entrar no assunto de possíveis candidaturas ou tentativa de apresentação de projetos, o mote do encontro foi a crítica ao governador. Não faltaram argumentos. Retomaram a história de desocupação do Parque Oeste Industrial – com direito a exibição de um vídeo de cunho emotivo intitulado ‘histórico da truculência’ -, reproduziram o diálogo entre Marconi Perillo e Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, divulgaram fotos das estradas esburacadas, elencaram as promessas não cumpridas e, acima de tudo, gritaram: Fora Marconi!

A deputada discursou com veemência e disse que vai lutar contra o governador com a força e vivacidade de uma jovem de 18 anos incompletos. E, com a voz alterada e gestos imperativos, deu bronca: “Aos deputados, vereadores e jovens militantes da oposição goiana, cobro coragem. Ousadia! Avante, jovens, pois oposição calada não é oposição. Oposição agachada não é oposição. Precisamos vestir a camisa e assumir nossos papeis. Se não concordamos com a gestão atual, não podemos negociar. Não há barganha de interesses na política. Ou não há política de verdade. Se alguém concorda com Marconi, que se assuma como situação. Hoje, ou estão de lá, ou de cá.”

Aos que duvidaram da efetividade da iniciativa podem se gabar pela ausência da maior parte dos deputados e políticos que se dizem oposição. Ninguém da bancada do PT. Nem o presidente estadual do PMDB participou. “Estou fazendo minha parte”, disse dona Iris. Por outro lado, a participação de lideranças regionais e moradores das cidades visitadas surpreendeu.


(Foto: Marcelo Lins)


Leia mais sobre: Política