26 de fevereiro de 2024
Cidades • atualizado em 04/03/2020 às 05:40

Iphan suspende obras do BRT na Avenida Goiás

Iphan pede suspensão de obras do BRT na Avenida Goiás. Foto: Arquivo
Iphan pede suspensão de obras do BRT na Avenida Goiás. Foto: Arquivo

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), embargou as obras de drenagem do BRT Norte Sul, na Avenida Goiás.  A alegação é que há bens públicos tomados como Patrimônio Histórico corriam o risco de rachaduras e desabamentos, devido a trepidações provocadas por máquinas de compactação, usadas na obra. A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra) contesta. Nesta terça-feira (3), haverá reunião entre as duas partes para discutir o assunto.

O IPHAN pediu a suspensão da obra até que seja faça uma análise mais profunda. Houve a alegação que o relógio entre a rua 1 e a Praça Cívica foi impactado.

O Iphan se manifestou por meio de nota e destacou que as obras tem prejudicado o estado de conservação de alguns bens históricos, entre eles, o relógio da Avenida Goiás.

Com o avanço das obras do BRT, houve um desplacamento de um elemento artístico da Torre do Relógio. As trepidações causadas pelos maquinários pesados podem ter contribuído para o agravamento do estado de conservação do bem, que está em obras de conservação pelo Iphan. De modo a prevenir outros danos, o Iphan solicitou à Prefeitura de Goiânia, por meio de ofício de janeiro de 2020, que fossem paralisadas as obras do BRT na Avenida Goiás, entre as Ruas 82 e 1 (em ambos os lados), até que o Instituto faça uma análise específica do dano causado. O objetivo também é prevenir outros agravos a bens tombados pela União no Estado de Goiás, localizados especificamente na Av. Goiás e Praça Cívica“.

Vale ressaltar que o relógio da Avenida Goiás e o Coreto da Praça Cívica estão em obras, por meio do programa Adote Uma Praça, por meio de parceria entre a prefeitura da capital e a Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás, a Casag.

A Seinfra se manifestou por meio de nota. Foi destacado que as obras ainda não chegaram ao local citado, em virtude das fortes chuvas.

Leia a nota da Seinfra

A Seinfra informa que as obras de construção do corredor do BRT e da rede de drenagem na Avenida Goiás estão sendo executadas conforme acertado com o Iphan e atualmente estão sendo realizadas entre a Avenida Anhanguera e a Rua 1, não tendo chegado ainda na altura do Relógio; E esclarece que os serviços, que envolvem movimento de terra, foram suspensos temporariamente, em função das intensas chuvas que têm caído na cidade.

A Secretaria informa ainda que está em elaboração o projeto das estações de embarque e desembarque do BRT que serão instaladas na Praça Cívica e, após a conclusão, será discutido com o Iphan a forma de execução com o intuito e o cuidado de preservar os Patrimônios Históricos do local.

Por fim, a Secretaria informa que reunião com o Iphan já está sendo agendada para tratar do assunto.

Nara Serra

Assessora de Imprensa da Seinfra


Leia mais sobre: / Cidades / Destaque 2