23 de junho de 2024
Brasil

Inscrições para o Enem 2024 são prorrogadas até a próxima sexta-feira (14)

Com exceção do Rio Grande do Sul, as inscrições para o exame terminariam nesta sexta-feira (7)
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou, no fim da noite desta sexta-feira (7), a prorrogação no prazo de inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 até a próxima sexta-feira, dia 14 de junho. A informação foi divulgada por meio das redes sociais, com o objetivo de ampliar as oportunidades.

“Informo que as inscrições para o Enem 2024 estão prorrogadas para todo o Brasil até a próxima sexta-feira, 14 de junho, 23h59. Com essa decisão, nós queremos ampliar ainda mais as oportunidades para que os jovens façam o Enem”, escreveu o ministro, em seu perfil nas redes sociais.

As inscrições terminariam nesta sexta-feira (7). Esse prazo, entretanto, já havia sido flexibilizado para os candidatos do Rio Grande do Sul, em razão do desastre climático. A prorrogação agora é válida para todo o Brasil.

Como se inscrever

Para se inscrever, os estudantes devem acessar a Página do Participante e utilizar o cadastro na conta gov.br. A taxa de inscrição é no valor de R$ 85 e o pagamento pode ser feito por meio de pix, cartão de crédito, débito, em conta corrente ou poupança e por boleto, emitido na Página do Participante, onde também consta o QR Code.

Os moradores do Rio Grande do Sul têm isenção desse valor. Os concluintes do ensino médio em escola pública também não pagam taxa de inscrição. As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro.

Enem

Criado em 1998, o Enem avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica e também é a principal porta de entrada para a educação superior no país.

Os resultados da avaliação podem ser usados para acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e ao Programa Universidade para Todos (ProUni) e também são aceitos em instituições privadas e de outros países de língua portuguesa que tenham acordo com o Brasil.

Os estudantes que não concluíram o ensino médio também podem participar na condição de treineiros, para autoavaliação nos anos anteriores ao término da educação básica.


Leia mais sobre: / / Brasil