20 de maio de 2024
Catalão • atualizado em 28/04/2024 às 12:22

Inquérito sobre morte de preso em Catalão deve ser concluído em 30 dias

Os 14 detentos que estavam na mesma cela em que o preso Valdair Leonel, de 51 anos, foi morto, começaram a ser ouvidos nesta terça-feira (25) pela Polícia Civil de Catalão. Segundo o delegado responsável pelo caso, Vitor Magalhães, os depoimentos devem ser concluídos hoje (26).

“Todos os presos eles estão sendo ouvidos como investigados, a previsão é que até amanhã (hoje) é terminar essa fase de oitiva dos presos, a gente ainda tem que ouvir outras testemunhas, entre elas, os servidores da unidade prisional que estavam trabalhando no sábado (21) e no domingo (22)”, disse Vitor Magalhães em entrevista a equipe a TV Anhanguera.

De acordo com o delegado, os presos alegam e insistem na versão de que Valdair se matou, no entanto, Vitor Magalhães disse não acreditar nisso, principalmente após a circulação de um vídeo, que mostra a morte do detento.

Ainda de acordo com delegado, o celular utilizado para a gravação não foi apreendido e um dos presos, em depoimento, disse que destruiu o aparelho. A previsão é que o inquérito seja concluído em 30 dias. 

Leia mais:

Polícia Civil analisará vídeo que mostra assassinato de preso


Leia mais sobre: Catalão / Cidades