15 de agosto de 2022
Goiás Esporte Clube • atualizado em 09/05/2022 às 20:11

Inquérito policial será aberto para investigar racismo contra volante Fellipe Bastos em clássico

Fellipe Bastos - Goiás (Foto - Rosiron Rodrigues)
Fellipe Bastos - Goiás (Foto - Rosiron Rodrigues)

O caso de racismo no Estádio Antônio Accioly que foi denunciado pelo volante Fellipe Bastos do Goiás, após o clássico diante do Atlético pelo Campeonato Brasileiro, neste domingo (8), terá desdobramentos. O jogador decidiu levar o caso para delegacia.

Na tarde desta segunda-feira (9), o jogador registrou um boletim de ocorrência por injúria racial. O caso foi entregue ao GEACRI – Grupo Especializado no Atendimento às Vítimas de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância.

O depoimento do atleta que durou cerca de 40 minutos, foi feito ao delegado Joaquim Adorno que vai instaurar um inquérito policial para averiguar a denúncia. Imagens da transmissão da TV Anhanguera e de outros veículos de comunicação serão utilizadas na tentativa de identificar o agressor.

Continua após a publicidade

Adorno em entrevista ao Jornal O Popular também afirmou que vai procurar o Atlético-GO que é o proprietário do Estádio Antônio Accioly, para saber se existe um serviço de monitoramento de câmeras no local.

O Atlético Clube Goianiense em suas redes sociais publicou uma nota de repúdio e destacou que está investigando de forma cuidadosa o caso para que nenhum injustiça seja cometida.