logomarcadiariodegoias2017

baldyy.jpgO clima no PP - que estava pesado na época em que o diretório de Goiás era comandado pelo senador Wilder Morais - ficou mais ameno com a chegada do ministro Alexandre Baldy. Apesar de ser uma das figuras mais importantes da República, Baldy não ingressou no PP dando cotoveladas, como o seu antecessor. Restaurou a democracia e comprovou que é um articulador habilidoso. 

Sob a presidência de Baldy desde que Wilder migrou para o DEM, o PP hoje é conduzido a várias mãos. Roberto Balestra, deputado mais longevo do Estado, voltou a ser consultado antes que qualquer decisão seja tomada. Assim como Sandes Júnior, que apesar de suplente também é valorizado como os outros. E estes três deputados, por sua vez, amplificam o debate com os prefeitos e vereadores de suas bases. O diálogo voltou a ser a viga mestra do partido. 

A prova de que o tempo das decisões açodadas ficou para trás está no fato de que o PP até hoje não fechou questão a respeito da eleição para governador. Discute-se a possibilidade de aliança com Daniel Vilela (MDB) e com José Eliton (PSDB). No passado recente, Wilder não promovia debates horizontais como o que acontece agora. Ele, aliás, tentou impor enquadrar o partido na moldura dos seus projetos pessoais até o último dia no PP. Saiu quando percebeu que, desta vez, não seria fácil.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

Reportagem Especial

TVDG

Marconi Perillo presta esclarecimentos na CEI da Saúde na Câmara de Vereadores de Goiânia
Marconi Perillo presta esclarecimentos na CEI da Saúde na Câmara de Vereadores de Goiânia
Marconi Perillo presta esclarecimentos na CEI da Saúde na Câmara de Vereadores de Goiânia

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

SEARCH