13 de julho de 2024
Polêmica • atualizado em 06/02/2024 às 10:17

Influencer é criticada na web por aplicar soro ‘especial’ na veia para crescer cabelo

Ao contrário do que a influenciadora conta, o médico informa que média do crescimento capilar é de 0,8 a 1,2 cm/mês independente de soro com vitaminas
Em imagens divulgadas em seu perfil no Instagram, a influencer mostra o momento em que o produto é aplicado em sua veia. (Foto: Reprodução/Redes sociais).
Em imagens divulgadas em seu perfil no Instagram, a influencer mostra o momento em que o produto é aplicado em sua veia. (Foto: Reprodução/Redes sociais).

A influenciadora digital Franciny Ehlke vem sendo criticada nas redes sociais por dar início a um tratamento de soroterapia que promete acelerar o crescimento do cabelo. Segundo ela, o procedimento faz o cabelo crescer até 6 cm no mês. Em imagens divulgadas em seu perfil no Instagram, a influencer mostra o momento em que o produto é aplicado em sua veia e afirma na legenda que está testando o método pela primeira vez.

Internautas e profissionais criticaram o método. O médico dermatologista especialista em tricologia e implante capilar, Domingos Coelho, afirma que não é possível que o cabelo cresça essa quantidade no mês. “Nenhum soro/shampoo vai fazer o cabelo crescer 6cm no mês! Isso não existe. O que pode ser feito é o paciente tratar sua deficiência ou doença e o cabelo voltar a crescer novamente, seja com vitaminas, medicamentos ou terapias, mas precisa ser avaliado pelo médico”, disse o profissional.

Ao contrário do que a influenciadora conta, o médico informa que média do crescimento capilar é de 0,8 a 1,2 cm/mês independente de soro com vitaminas. Porém, o tratamento, mesmo com uma eficácia muito inserta é bastante requisitado pelas famosas. Além de Franciny, Rihanna, Madonna, Hailey Bieber e Kendall Jenner já relataram ter passado pelo suposto tratamento.

Domingos explica que a soroterapia capilar é uma infusão de soro fisiológico na veia que contém vitaminas, minerais, aminoácidos e até antioxidantes. “O “soro da beleza” é divulgado por celebridades nas redes sociais, inclusive, com outras finalidades, como emagrecimento. Mas em 2022, a Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), inclusive, emitiu uma nota se posicionando contra a soroterapia da beleza para fins estéticos, reforçando que a prática de reposição de nutrientes deve ser feita apenas nos casos em que os pacientes não respondem aos tratamentos orais ou possuem má absorção intestinal”, finaliza.


Leia mais sobre: / / / / Variedades

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019