17 de agosto de 2022
Goiânia

Inauguradas quatro novas estações bicicletas compartilhadas em Goiânia; Agora, tem infantil

Iris conversa com usuários de bicicletas compartilhadas no Parque Flamboyant (foto divulgação)
Iris conversa com usuários de bicicletas compartilhadas no Parque Flamboyant (foto divulgação)

O prefeito Iris Rezende inaugurou na manhã deste domingo,  9/9, no Parque Flamboyant, duas estações de compartilhamento de bicicletas do programa GyndeBike, uma para adultos e uma para crianças. A solenidade prestigiada, que reuniu auxiliares do prefeito, lideranças políticas e populares, também marcou o lançamento de outras duas estações, uma infantil, na Praça do Sol, e uma para adultos no Instituto Federal de Goiás. Operacionalizado pela Serttel, o Gyndebike passa a contar com 200 bicicletas em 20 estações, na cidade.

Iris lembrou que, quando Pedro Ludovico optou pela construção da nova capital em Goiânia, as pessoas se espantaram com a largura das novas avenidas. O prefeito disse que, na época, era ciclista e pouco se via carros em Goiânia.

“Ninguém pensou que as ruas se tornariam pequenas para o volume de automóveis de hoje quando todo mundo tem carro”. Para o prefeito de Goiânia, é preciso criar uma nova conscientização para a redução do número de automóveis nas ruas. “A bicicleta é uma opção, porque não ocupa espaço e promove o exercício físico”, comentou.

Continua após a publicidade

O secretário de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMT), Fernando Santana, diz que o sistema de compartilhamento de bicicletas é sim uma alternativa para os problemas de mobilidade dos grandes centros urbanos.

“Com a sensibilidade do prefeito Iris Rezende, que pensa na cidade como um todo, a prefeitura está fazendo a sua parte para tornar Goiânia um exemplo de qualidade de vida”.

Segundo o gestor da SMT, Goiânia tem condições ideais para a prática do ciclismo com sua geografia plana e já ocupa a oitava posição entre as capitais com maior malha cicloviária, tendo 100 km de ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas. A extensão é proporcionalmente maior que a de São Paulo, com 490 km, considerando a população das duas capitais.

Continua após a publicidade

Implantado na gestão do ex-prefeito Paulo Garcia, O programa de compartilhamento de bicicletas da Prefeitura de Goiânia visa promover a mobilidade, incentivando o uso de meios alternativos para deslocamentos, gerando impactos sociais, ambientais e econômicos.

“A bicicleta é um veículo que contribui para a diminuição de engarrafamentos, da poluição sonora e do ar, e que promove melhor qualidade de vida, além da saúde física e mental dos usuários”, diz Fernando Santana. O secretário explica que a malha cicloviária de Goiânia está sendo recuperada pela Prefeitura sendo que 80% do trabalho já está concluído.

A presidente da Associação dos Moradores do Entorno do Parque Flamboyant, Luiza Barbosa de Oliveira, fez questão de agradecer o prefeito pelo apoio ao Parque, que foi criado por ele, “e se tornou o mais bonito da cidade”. Luiza falou em nome da comunidade de 30 mil pessoas que representa.

Morador do Jardim Goiás e frequentador assíduo do Parque Flamboyant, o estudante Alexandre Rodrigues comemorou a novidade. “Agora eu só preciso descer, pegar a bike e sair passeando. Acho que todas as pessoas vão querer usar, a bike é acessível e faz bem para a saúde”.

Já o servidor público Arllys Freitas, pai do Matheus Freitas, de cinco anos, gostou da novidade infantil assim como o garotinho. “Estávamos passando por aqui, ele bateu o olho e já correu para ver. Vai ser bom demais para a atividade física das crianças”, comentou.


BICICLETA COMPARTILHADA EM GOIÂNIA:

  • O projeto foi inaugurado em outubro de 2016 e começou a ser implantado na Praça do Sol, no setor Oeste da capital.
  • Desde 2016 já foram realizadas 176 mil viagens (até 08jun2019)
  • O Sistema GyndeBike é composto por Estações inteligentes, com 10 bicicletas em cada, conectadas a uma central de operações via wireless, alimentadas por energia solar, distribuídas em pontos estratégicos da cidade, onde os Clientes cadastrados podem retirar uma Bicicleta, utilizá-la em seus trajetos e devolvê-la na mesma, ou em outra Estação.