26 de maio de 2024
Vila Nova Futebol Clube

Hugo Bravo elogia o Vila Nova em classificação diante do Goiás, mas diz que isso não é o “suficiente”

Hugo Bravo - Presidente do Vila Nova (Foto - Roberto Corrêa)
Hugo Bravo - Presidente do Vila Nova (Foto - Roberto Corrêa)

Depois de 19 anos o Vila Nova Futebol Clube elimina o Goiás em uma disputa de mata mata. Neste domingo (24), a equipe colorada empatou com o rival em 1 a 1, no Estádio Hailé Pinheiro. Garantiu classificação para as semifinais da Copa Verde, já que venceu a primeira partida por 1 a 0, no Onesio Brasileiro Alvarenga.

A última vez que o Tigrão bateu o rival em uma competição com jogos eliminatórios, foi em 2005. Decisão do Campeonato Goiano. Foram dois empates no Serra Dourada e o título conquistado após a disputa por pênaltis. O feito foi lembrado por Hugo Jorge Bravo, presidente do Vila Nova, em entrevista coletiva após o clássico na Serrinha.

“Nosso grupo teve muito brio, entrega e energia. Parabéns também ao nosso treinador (Márcio Fernandes) que observou e fez mexidas na equipe. No primeiro jogo vencemos mais na raça mesmo. Agora foi um jogo mais franco, com o Tadeu fazendo grandes defesas. Passamos com uma vitória e um empate – estamos em um processo de crescimento, independente do que acontecesse aqui hoje, o nosso planejamento não mudaria, porque temos muita convicção de onde queremos chegar”.

Hugo Bravo destacou a importância da classificação diante do Goiás para as semifinais da Copa Verde, mas ressaltou que o Vila Nova não ganhou nada: “Passamos por um grande adversário, mas temos que girar essa chave nossa de que passar pelo nosso grande adversário é o suficiente”.

Na sequência da competição o Vila Nova vai enfrentar o classificado do confronto entre Cuiabá x Brasiliense. As equipes vão se enfrentar no jogo de volta na Arena Pantanal. Na ida o time matogrossense goleou pelo placar de 4 a 1.


Leia mais sobre: / / / Esportes / Vila Nova Futebol Clube