14 de junho de 2024
FEMINICÍDIO

Homem abusa sexualmente e mata mulher com pedradas em Nerópolis

Câmeras mostram o homem carregando a mulher desacordada no colo e a colocando no chão
Homem foi localizado na Avenida Goiás. (Foto: CPC-PMGO)
Homem foi localizado na Avenida Goiás. (Foto: CPC-PMGO)

Um homem de 23 anos foi preso por assassinar brutalmente uma mulher de 43 anos, além de ter abusado sexualmente dela. O caso aconteceu durante a madrugada de quarta-feira (20), em Nerópolis. Segundo a Polícia Militar, câmeras mostram o homem carregando a vítima desacordada no colo e a colocando no chão.

“Ele retira a roupa e ainda abusa sexualmente dela. Em um outro momento, em que ele percebe que um veículo se aproxima do local, ele se deita ao lado do corpo da vítima tentando disfarçar a ação. Posteriormente ele pega a vítima pelo cabelo e bate a cabeça dela no chão várias vezes”, afirmou.

O tenente Montes do Batalhão de Terminal informou que as equipes intensificaram o patrulhamento para localizar e abordar o homem, o encontrando na Avenida Goiás. “Após verificação, constatamos realmente ser ele o autor do feminicídio”, disse.

Premeditado

A Polícia Militar informou ainda que o autor do crime já conhecia a vítima e teria tido um encontro com ela dias antes, fato confirmado pelo homem. A ação teria sido motivada por um desacordo comercial entre os dois.

Então, o homem marcou um segundo encontro com a vítima já com a intenção de matá-la. De acordo com a corporação, ele veio do Pará e já possui passagem pela polícia no estado do Mato Grosso pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

Em depoimento para a polícia, o homem afirmou que a vítima teria roubado dinheiro dela e então marcou o encontro, mas que estava com vontade de “fazer maldade com ela”. Ao ser questionado sobre como a matou, ele explica que deu um “guelão” na mulher e depois deu “pedradas na cara dela”.

“Ela roubou o dinheiro um dia antes, aí eu combinei com ela para fazer um programa, mas eu não estava a fim de fazer programa, eu estava a fim de fazer maldade com ela mesmo, porque eu estava trabalhando suado e ela fez um negócio desse comigo”, relatou.


Leia mais sobre: / / / / / / / Cidades / Notícias do Estado

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.