28 de junho de 2022
Destaque • atualizado em 28/09/2021 às 21:05

Gustavo Mendanha anuncia desfiliação “sonhando” com retorno ao MDB; novo partido ainda será definido

Por meio de live, Gustavo Mendanha anuncia desfiliação do MDB
Por meio de live, Gustavo Mendanha anuncia desfiliação do MDB

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB) entregará sua carta de desfiliação ao partido nesta quarta-feira (30/09). O Diário de Goiás já havia antecipado o método que o agora futuro ex-emedebista adotaria por meio da coluna do jornalista Altair Tavares. O que antes era especulação, agora é oficial. “Amanhã estarei entregando uma carta ao presidente do MDB de Aparecida. Dr. Tarcisio Francisco do Santos pedindo minha desfiliação desse partido que gosto tanto”. 

O anúncio foi feito pelo próprio Gustavo Mendanha por meio de uma live em suas redes sociais nesta terça-feira (28/08). O prefeito de Aparecida disse que perdeu várias noites de sono ponderando a decisão para que não se afastasse tanto da legenda quanto de seu “amigo” Daniel Vilela. Agora, quer buscar um “projeto que possa dar confiança ao povo goiano”. 

Gustavo Mendanha chegou a dizer que sai da legenda já pensando em um dia que poderia voltar ao partido. “Fico sonhando num período que quem sabe eu possa voltar ao MDB”, pontuou. “Não é um dia que comemoro. Não estou feliz. Tô triste porque estou deixando o partido do meu coração. Por mais de 20 anos, lutei, perdemos muitas eleições mas não perdemos o nosso vigor. Não consigo neste momento andar num projeto que não representa meus ideais”

Continua após a publicidade

Gustavo Mendanha quer conversar com Daniel Vilela quando passar a tempestade

“Amigos” e “irmãos na política”, Gustavo Mendanha e Daniel Vilela estão com a relação em ruído. Mas o prefeito de Aparecida diz que não tem mágoas e que, espera quando a turbulência passar, os dois voltar a conversar e reatar a amizade. “Não ataquem o Daniel”, pediu aos apoiadores.

Mendanha considera que o distanciamento e esfriamento da relação será natural, mas que haverá cedo ou tarde, um encontro onde ambos se resolveram. “Neste momento vai existir um afastamento e espero que possa passar esse período e em breve.”

Continua após a publicidade

Durante a transmissão, Gustavo Mendanha ressaltou várias vezes à amizade que teve com Daniel e como o filho de Maguito foi importante em sua trajetória. O próprio Maguito VIlela foi citado por algumas vezes. “Eu quero agradecer ao MDB, quero agradecer ao Daniel”, destacou no fim da live.

“Irmãos”, relação de Gustavo Mendanha e Daniel Vilela sofreu distanciamento desde aliança do MDB com o DEM começou a ser levantada

Novo partido de Gustavo Mendanha

Gustavo Mendanha deixa claro que está de saída do MDB, mas ainda não está no radar um novo partido. “Eu não me filiei a nenhum partido e não me uni a ninguém. Quero ouvir todos vocês que me acompanharam e vão me acompanhar”. O prefeito de Aparecida quer ouvir – políticos e não políticos – para alinhar possíveis decisões com relação ao futuro e sua nova agremiação.

LEIA TAMBÉM: Bruno Peixoto chama Gustavo Mendanha de ingrato e diz que ele é orientado por Marconi

Candidato? A princípio, não, mas se o povo goiano o conclamar, sim. “Se no futuro, as forças políticas que estivermos unindo definirem pelo meu nome, meu nome estará a disposição do povo goiano para ser candidato a governador. Mais do que um nome ou partido, temos de pensar no nosso estado. Meu partido neste momento é o estado de Goiás”, numa paráfrase que lembrava o slogan bolsonarista nas eleições 2018: “Meu partido é o Brasil”.

O prefeito de Aparecida tem deixado claro que buscará a formação de um bloco de oposição ao governo de Ronaldo Caiado e já começou as rodadas de conversas. Na prática, Gustavo Mendanha não tem pressa para escolher o partido, apesar dos diversos convites que tem recebido.

Há muitas especulações sobre o provável partido que será escolhido. Nos bastidores, há indicação de que Gustavo Mendanha não escolha um partido dos extremos da política brasileira para ter margem para ampliar o grupo oposicionista.

Carta de desfiliação de Mendanha cita precipitação da decisão e falta de democracia 


A carta que será entregue ao presidente municipal do partido em Aparecida de Goiânia traz um apanhado da trajetória de Gustavo no MDB mas para além disto, o incômodo já exposto pelo prefeito anteriormente: a não concordância em como a consulta na legenda foi feita. 

“Apresentei ao presidente estadual do MDB a proposta de realização dos encontros regionais para que todos pudessem expressar suas opiniões sobre a tese de candidatura própria ou não”. Mendanha queria que o partido promovesse essas reuniões durante o ano que vem, no primeiro trimestre antes das convenções para as eleições.

A precipitação na decisão em já anunciar a aliança com o partido Democrata feita na última sexta-feira (22/09) pesou na decisão. “A cúpula estadual do MDB optou por precipitar a decisão, sem respeitar a democracia interna e declarou apoio ao MDB que sempre combateu o MDB, inclusive na última eleição municipal fez intensamente campanha contra os nossos candidatos a prefeito em Aparecida, Goiânia, Anápolis, Rio Verde, Porangatu e diversas cidades.”

Veja a carta na íntegra:

Leia mais sobre:
Destaque Política