13 de junho de 2024
Política

Gustavo Gayer continua no DC: “presidente vai precisar de mais de um partido na sua base”

Foto: divulgação assessoria da presidência da República.
Foto: divulgação assessoria da presidência da República.

Com mais de 45 mil votos na eleição para a prefeitura de Goiânia, em 2020, o empresário Gustavo Gayer (DC) diz ao Diário de Goiás que permanece na sigla, a despeito da filiação do presidente Jair Bolsonaro ao PL.

Gayer é, quiçá, o mais expressivo apoiador de Bolsonaro em Goiás. Para ele, a eleição presidencial no ano que vem será difícil, por isso Bolsonaro precisará de vários partidos para unir sua base, desta forma Gayer optou por sua manutenção no Democracia Cristã.

Vou ficar no DC mesmo. Acredito que o presidente vai precisar de mais de um partido na sua base, e o DC vai acrescer muito nessa próxima eleição aqui em Goiás”, disse ao DG.

A filiação do presidente ao PL será oficializada no dia 30, próxima terça-feira, às 10h30, informou a legenda em nota oficial divulgada nesta terça-feira (23). O ato deve acontecer em Brasília, no complexo Brasil 21.

Em 29 de agosto deste ano, Gustavo Gayer almoçou com o presidente Jair Bolsonaro numa viagem em que o chefe do Executivo fez à capital goiana. À época, também em entrevista ao DG, Gayer disse que não falou de política com o presidente.

“A gente vai pensando que vai encontrar um cara intocável, distante, na verdade ele foi simples de tudo, humilde, conversa com todo mundo, faz as piadinhas dele. Não sei como consegue manter o senso de humor sendo atacado igual ele é. Minha esposa adorou conhecer ele, a gente ficou conversando sobre várias coisas. Ele pediu para que eu sentasse à mesa com ele, foi mágico”, pontuou.


Leia mais sobre: Política