16 de abril de 2024
Consequências • atualizado em 28/02/2024 às 17:42

Greve de trabalhadores aeroportuários na Argentina provoca cancelamento de voos do Brasil; entenda

Quase 400 voos foram cancelados somente nesta quarta (28). Empresas aéreas brasileiras Latam e Gol informaram que clientes poderão remarcar voos
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A greve dos trabalhadores aeroportuários na Argentina está causando transtornos aos viajantes. Somente nesta quarta-feira (28), foram 331 voos cancelados, conforme a companhia aérea Aerolíneas Argentina, o que impactou cerca de 24 mil passageiros, entre eles, brasileiros.

Os voos da Latam e da Gol que partiriam do Brasil com destino à Argentina foram cancelados, no entanto, de acordo com a companhias aéreas, os clientes poderão remarcar para outras datas sem custos adicionais. De acordo com a Gol, a paralisação dos trabalhadores argentinos afeta os aeroportos de Buenos Aires, Córdoba e Rosário, que receberiam voos da empresa hoje.

A Latam justificou que os cancelamentos foram necessários, visto que os trabalhadores em greve são os responsáveis pelas transferências de passageiros e bagagens. A companhia destacou, ainda, que as passagens podem ser remarcadas com prazo de até um ano, ou, os clientes podem optar pelo reembolso do valor do bilhete.

Os trabalhadores da empresa argentina Intercargo, responsáveis pela infraestrutura de aeroportos, e da companhia aérea Aerolíneas Argentina, solicitam reajustes de salários. Conforme a Associação do Pessoal Aeronáutico (APA), que representa uma das categorias em greve, as empresas ofereceram um reajuste de 12%, enquanto a defasagem salarial estaria em cerca de 70%.

Com informações da Agência Brasil


Leia mais sobre: / / / Mundo

Luana Cardoso

Luana

Estagiária de Jornalismo do convênio entre a UFG e o Diário de Goiás.