23 de junho de 2024
Cidades • atualizado em 16/07/2020 às 21:21

Governo pretende fazer testagem em massa até controlar expansão da Covid-19

Testes para diagnóstico da Covid-19. Foto: Roque de Sá/Agência Senado
Testes para diagnóstico da Covid-19. Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O governo de Goiás pretende manter a política de testagem em massa e monitoramento de casos confirmados, suspeitos e respectivos contatos até que a epidemia esteja sob controle no estado. Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde, Flúvia Amorim, a estratégia já está sendo implementada e, em breve, testes estarão disponíveis para pessoas com sintomas leves e contatos diretos de pacientes com coronavírus.

Para que a testagem comece, o município ,que está dentro da lista dos 78 escolhidos, deve assinar o termo de adesão. A previsão é que isso ocorra a partir da próxima semana. Depois disso, o procedimento para a população envolve o download do app Dados do Bem.

“A população baixa o aplicativo, preenche os campos, e o app mostra se a pessoa é elegível para a coleta. Se ela for elegível, o app indica a unidade de saúde e horário. Lá, a pessoa apresenta o QR Code, que dá direito a fazer o teste. O resultado e monitoramento daquele caso é feito pelo aplicativo”, explicou, em entrevista à Rádio Bandeirantes Goiânia.

Um projeto piloto já foi realizado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) e outro piloto, agora ampliado, será executado. A estratégia de rastreamento que será implementada foi sugerida pelo grupo de modelagem da UFG e utilizada em todos os países que obtiveram sucesso no controle da epidemia.

“A finalidade é ampliar a testagem, identificar os infectados e isolá-los, buscar os contatos, isolando-os e testando-os. A partir disso, esperamos um maior controle da doença. A partir do momento que retiro a pessoa infectada do contato com outras, quebro a cadeia de transmissão e diminuo a quantidade de pessoas que um infectado poderia contaminar”, explicou Amorim.


Leia mais sobre: / / Cidades / Destaque