08 de agosto de 2022
Notícias do Estado

Governo de Goiás prorroga medidas contra crise de desabastecimento em Anápolis

O Governo do Estado prorrogou, nesta segunda-feira, 4, as medidas adotadas no início de outubro para minimizar a crise de desabastecimento de água no município de Anápolis.

Foi determinado que todas as captações para irrigação nas bacias dos rios Caldas e Piancó fossem suspensas, tendo apenas a finalidade de abastecimento humano e dessedentação de animais. O texto também estabelece que proprietários de barramentos devem liberar os volumes d’água de acordo com as orientações da Semad.

A partir desta segunda-feira, usuários de águas subterrâneas, com poços artesianos, minipoços e cisternas também poderão fazer captação até o limite de produtividade do aquífero por 30 dias. Os que optarem pela utilização de águas subterrâneas deverá cessar ou reduzir a utilização do consumo de água do sistema público de abastecimento.

Continua após a publicidade

De acordo com a secretária Andréa Vulcanis, a medida foi necessária devido à falta de previsão de chuvas nos próximos dias.

“O déficit de chuvas que estamos registrando poderá agravar a situação de criticidade dos rios Piancó e Caldas nas próximas semanas, por isso prorrogamos as determinações do mês passado para que o abastecimento humano em Anápolis fosse priorizado”, afirma.