18 de agosto de 2022
Destaque 2

Governo de Goiás paga mais duas parcelas do auxílio alimentação

Auxílio é pago em substituição à merenda escolar. (Foto: Reprodução)
Auxílio é pago em substituição à merenda escolar. (Foto: Reprodução)

A Secretaria de Educação (Seduc) pagou nesta terça-feira (30) R$ 150 de auxílio alimentação para estudantes da rede pública estadual de ensino que são beneficiários do Bolsa Família. O dinheiro é referente a duas parcelas do benefício, da segunda quinzena de maio e a primeira quinzena de junho.

Conforme a Seduc, são mais de 109 mil alunos contemplados. Até agora, em seis parcelas do auxílio alimentação, o governo pagou mais de R$ 46 milhões. O programa visa garantir segurança alimentar de estudantes de baixa renda. O dinheiro é utilizado para compra de alimentos, em substituição à merenda escolar, que deixou de ser servida com a suspensão das aulas, na segunda quinzena de março.

Para receber o benefício, é necessário que o estudante atenda a três critérios básicos: estar matriculado na rede estadual de ensino, ter frequência comprovada e ser cadastrado no programa Bolsa Família, do governo federal.

Continua após a publicidade

Em entrevista ao Diário de Goiás, a secretária de Educação, Fátima Gavioli, afirmou que o benefício não seria estendido após o pagamento da parcela referente à segunda quinzena de junho. Em julho, com período de férias, não há merenda. Depois, o programa será substituído pelo kit alimentação.

Como sacar o auxílio

O recurso pode ser retirado nas agências da Caixa Econômica Federal (CEF) em todo o Estado, sendo que o saque pode ser efetuado por meio dos cartões Bolsa Família, Cartão Cidadão ou Cartão Renda Cidadã.

Continua após a publicidade

Caso o aluno não tenha nenhum dos três cartões, ele também pode sacar o auxílio na boca do caixa, apresentando a Carteira de Identidade e o CPF.