13 de junho de 2024
Habitação

Governo de Goiás abre inscrições do programa Pra Ter Onde Morar em mais cinco cidades; saiba como participar

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas até o dia 3 de abril pelo site da Agehab
Pra Ter Onde Morar. (Foto: Agehab)
Pra Ter Onde Morar. (Foto: Agehab)

A Agência Goiana de Habitação (Agehab), abre, a partir desta segunda-feira (20), as inscrições para o programa Pra Ter Onde Morar em mais cinco cidades de Goiás. Desta vez os municípios contemplados são Damolândia, Firminópolis, Moiporá, São João da Paraúna e São Luiz do Norte.

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas até o dia 3 de abril pelo site da Agehab ou, para quem possui alguma dificuldade em acesso à internet, nos pontos de apoio oferecidos pelas prefeituras de cada município.

De acordo com a Agehab são 27 unidades habitacionais oferecidas em Damolândia, 40 em Firminópolis, 47 em Moiporá, 30 em São Luiz do Norte e 30 em São João da Paraúna.

Saiba onde são os pontos de apoio:

  • Damolândia: Centro de Referência em Assistência Social (CRAS)
  • Firminópolis: Centro de Referência em Assistência Social (CRlândia (GO)
  • Moiporá: Centro de Referência da Assistência Social (CRAS)
  • São João da Paraúna: CRAS Claudivino Ferreira da Silva 
  • São Luiz do Norte: Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano

Para se inscrever no programa, é necessário que a família atenda os seguintes requisitos:

  • Tenha renda total de até um salário mínimo; 
  • Nunca tenha sido beneficiada em programa de moradia; 
  • Seja inscrita no CadÚnico; 
  • More no município que vai concorrer à casa há pelo menos três anos; 

Após o cadastro, o sistema faz uma triagem para saber quais candidatos preenchem os requisitos necessários, gerando uma lista.

A partir desse documento, segundo a agência, assistentes sociais irão visitar a casa de todos os integrantes da lista para verificar se eles preenchem os requisitos e se o que foi declarado pode ser comprovado. Logo depois, será feita uma nova lista com as famílias aptas. As casas serão sorteadas entre famílias que passarem por essas etapas.


Leia mais sobre: / / / Cidades

Leonardo Calazenço

Jornalista - repórter de cidades, política, economia e o que mais vier! Apaixonado por comunicação e por levar a notícia de forma clara, objetiva e transparente.