23 de julho de 2024
Oportunidade

Governo de Goiás abre inscrições de 44 casas a custo zero em Campos Verdes; veja critérios

As inscrições podem ser feitas até 19 de julho pelo site da Agehab ou presencialmente no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) local
Meta estabelecida pelo governador Ronaldo Caiado é para que 10 mil famílias recebam moradias totalmente de graça até o final de 2026. (Foto: Divulgação/ Agehab).
Meta estabelecida pelo governador Ronaldo Caiado é para que 10 mil famílias recebam moradias totalmente de graça até o final de 2026. (Foto: Divulgação/ Agehab).

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab) e da Secretaria da Infraestrutura (Seinfra), abriu as inscrições para 44 casas a custo zero do ‘Programa Pra Ter Onde Morar – Construção’, no município de Campos Verdes, região norte do estado. As inscrições podem ser feitas até 19 de julho pelo site da Agehab ou presencialmente no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) local.

As moradias são destinadas a famílias com renda de até um salário mínimo, inscritas no CadÚnico, residentes no município há no mínimo três anos, que não sejam proprietárias de imóvel e que nunca tenham sido beneficiadas em programa de entrega de casas no Brasil. Segundo o presidente da Agehab, Alexandre Baldy, a meta estabelecida pelo governador Ronaldo Caiado é para que 10 mil famílias recebam moradias totalmente de graça até o final de 2026.

Com a entrega de mais de 2 mil unidades até agora e a intensificação das parcerias e obras, estamos avançando a passos largos para alcançar esse objetivo.

Alexandre Baldy

O titular da Seinfra, Pedro Sales, explica que as moradias do Pra Ter Onde Morar – Construção são feitas com recursos do Fundo de Proteção Social (Protege) do Estado de Goiás. O Programa faz parte do Goiás Social, coordenado pelo Gabinete de Políticas Sociais (GPS). “A execução das obras é em parceria com as prefeituras de cada município e as construtoras credenciadas. A Prefeitura entra com terreno e infraestrutura. É esse esforço coletivo que nos faz comemorar os resultados obtidos”, finaliza Sales.

Critérios de seleção:
• Possuir renda bruta mensal familiar de até 1 salário mínimo (soma de toda renda da casa);
• Não ser proprietário (a), cessionário (a) ou estar em processo de compra de imóvel de qualquer natureza;
• Não ter recebido do Município, Estado ou União nenhum benefício referente a casa, a apartamento ou a recursos para construção;
• Ser maior de 18 anos ou emancipado (a);
• Comprovar vínculo mínimo de 3 anos, de forma ininterrupta, com o município onde está construída a casa;
• Ter inscrição ativa no Cadastro Único (CadÚnico) no município;
• Morar no município onde o benefício será concedido;
• Ser família constituída a partir de dois integrantes e composta por no mínimo um filho/enteado menor de 18 anos (com exceção de idosos, pessoa com deficiência ou mulher em situação de violência doméstica, que poderão ter apenas um integrante no núcleo familiar).


Leia mais sobre: / / / Cidades / Notícias do Estado

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019