07 de agosto de 2022
Impacto na saúde

Governo anuncia investimento em nova tabela de remuneração da rede credenciada do Ipasgo

O anúncio ocorreu no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, durante reunião do governador Ronaldo Caiado com representantes da rede credenciada
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O Governo de Goiás anunciou, nesta quarta-feira (27/07), investimento superior a R$ 200 milhões na nova tabela de remuneração da rede credenciada do Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás (Ipasgo). A expectativa é beneficiar de forma imediata quase cinco mil fornecedores, o que deve impactar na melhoria do serviço prestado e sem qualquer acréscimo no custo para os 600 mil usuários da assistência médico-hospitalar.

O anúncio ocorreu no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, durante reunião do governador Ronaldo Caiado com representantes da rede credenciada. “As coisas não são fáceis, mas são possíveis de se melhorar cada vez mais, porque fazemos uma gestão totalmente transparente”, afirmou o governador. A medida vai injetar quase R$ 64 milhões no mercado da saúde até o fim de 2022. A partir de 2023, o setor passa a contar com R$ 200,8 milhões a mais por ano. Os novos valores começam a ser pagos, de forma escalonada, a partir de agosto. 

A recomposição dos preços alcança serviços como consultas médicas; diárias de internação; exames de ultrassonografias, de imagem e laboratoriais; hemodiálise; parto e medicamentos oncológicos. “É um investimento muito esperado pelos profissionais e empresários da saúde. Apesar de o Estado ainda lidar com os reflexos de uma crise financeira sem precedentes, a rede credenciada ao instituto recebe um benefício histórico”, sublinhou o presidente do Ipasgo, Vinícius Luz. 

Continua após a publicidade

“Vamos brigar para que seja possível que isso se estenda ao funcionário público, para encontrar um serviço com cada vez mais qualidade”, afirmou o presidente da Associação dos Hospitais Privados de Alta Complexidade do Estado de Goiás (Ahpaceg), Haikal Yaspers Helou, ao comentar o reajuste da tabela de remuneração da rede credenciada do Ipasgo. Ele lembrou ainda o pagamento em dia regularizado pela atual gestão. “Nunca tivemos dúvida de que receberíamos na data certa”, afirmou. 

Com a melhora na remuneração dos profissionais e empresas prestadoras de serviço, a despesa assistencial do Ipasgo deve crescer 10,4% este ano. Nos últimos três, a alta foi de, em média, 7,06%. A variação também é reflexo do aumento no número de atendimentos. Para este ano, a autarquia projeta crescimento superior a 19,2% na quantidade de consultas e de 20,98% dos exames realizados em usuários do instituto. 

Até o final de 2022, os credenciados devem realizar, entre outros, mais de 10,1 milhões de exames e duas milhões de consultas. Ao todo, neste ano o Ipasgo deve investir quase R$ 2 bilhões em prestação de serviço aos beneficiários. “Sem dúvida alguma, é o usuário quem mais ganha com a nova tabela da rede credenciada”, finaliza Vinícius.

Continua após a publicidade

Leia mais sobre:
Cidades