21 de julho de 2024
Destaque • atualizado em 04/03/2020 às 05:39

Goinfra deve retomar obras de construção de rodovias em abril

Processo visa contratação de engenheiros Foto: Goinfra (Foto: Divulgação)
Processo visa contratação de engenheiros Foto: Goinfra (Foto: Divulgação)

A Agência Goiana de Infraestrutura e Transporte (Goinfra) planeja retomar as obras de construção de rodovias em abril. Em entrevista ao Diário de Goiás, o presidente Pedro Sales pontou que a prioridade será terminar as cerca de 30 obras que estão paradas e ficaram da gestão anterior.

” Temos muitas obras em curso, estavam sendo realizadas pelo governo anterior e precisam ser concluídas”, pontuou Sales. “A grande parte (dos trâmites de obras paradas) já (está) resolvida e pronta para ser reiniciada em abril”, concluiu.

O investimento previsto é de cerca de R$ 400 milhões na malha rodoviária do estado em 2020. O presidente Pedro Sales ressalta que este montante é um valor otimista, dos quais cerca de R$ 250 milhões devem ser gastos para conservação das vias.

“Para conservação, vamos destinar entre R$ 230 milhões e R$ 250 milhões. Nossa expectativa é fechar o ano num cenário positivo, com algo em torno de R$ 400 milhões, e destinaremos todo o resto às novas estradas”, disse ao Diário de Goiás.

Confira na íntegra a entrevista concedida ao jornalista Altair Tavares

Foi divulgado que o estado precisaria de cerca de R$ 300 milhões para recuperar estradas. O orçamento é esse mesmo?

Estimei entre R$ 280 milhões e R$ 300 milhões o valor que temos que gastar na malha. O valor ideal para conservá-la. Este ano temos este aporte. Será possível fazer um gasto dessa monta para conseguir revitalizar a malha do estado de Goiás.

Baseado em recursos do Tesouro ou financiamento?

Baseado em recursos do Tesouro, Fundo Constitucional do Transporte, multas, repasses do Detran e convênios com o governo federal através da ação do nosso governador em Brasília. Sem dúvida, o Tesouro é sempre uma fonte mais importante.

Qual é o plano, considerando que estamos no período chuvoso?

No período chuvoso, várias intervenções, que demandam revolvimento de solo não são possíveis de realizar. Temos feitos as erosões, contenções e ações mais importante nas áreas onde a chuva tem causado maior deterioração nas rodovias não pavimentadas. Estamos preparados para, assim que melhorarem as condições climáticas, colocar todos os nossos contratados em ação numa recuperação mais pronta e imediata da malha rodoviária.

Será feito mediante contratos já feitos ou serão novos contratos?

Os contratos estão em vigor, estão no seu último ano vigência. Ao final do ano, serão substituídos por novas licitações e novas empresas.

O governador pediu a empresários ajuda para recuperar estradas. Como isso é possível?

O governador tem pedido um voto de confiança dos empresários. Ele tem conversado formas democráticas que eles próprios concebam. Não se trata de instituir imposto, nada que parta do estado. Ele tem tentado sensibilizar o empresariado a algum tipo de contribuição, mas que seja espontânea e consensual.

Qual é o plano da Goinfra de construção de novas estradas?

Temos um plano de implementação que começa com o esgotamento da carteira que estava em curso. Temos muitas obras em curso, estavam sendo realizadas pelo governo anterior e precisam ser concluídas. Para os anos seguintes, as regiões em que houve promessa de campanha do governador. Já temos isso mais ou menos mapeado e vamos providenciar as implantações nesses locais.

Quantas estradas estão com obras paradas?

Temos aproximadamente 30 obras de implantação com algum tipo de embaraço burocrático. Mas a grande parte já resolvida e pronta para ser reiniciada em abril.

Há recurso para isso?

Há recurso para a maioria delas.

Considerando os investimentos em conservação e implantação, como ficaria o orçamento?

Para conservação, vamos destinar entre R$ 230 milhões e R$ 250 milhões. Nossa expectativa é fechar o ano num cenário positivo, com algo em torno de R$ 400 milhões, e destinaremos todo o resto às novas estradas.


Leia mais sobre: / Cidades / Destaque 2