16 de abril de 2024
ALERTA

Goiás registra 13 mortes e mais de 24 mil casos de dengue confirmados em 2024

Mortes confirmadas foram em Anápolis, Uruaçu, Águas Lindas de Goiás, Luziânia, Goiânia, Iporá e Cristalina
A primeira morte de Goiânia foi confirmada pela Prefeitura na quarta-feira (21). (Foto: Reprodução)
A primeira morte de Goiânia foi confirmada pela Prefeitura na quarta-feira (21). (Foto: Reprodução)

Em Goiás, 13 mortes por dengue já foram registradas apenas em 2024, conforme informado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) no sábado (24). Além disso, há 68 mortes em investigação, sendo 24.612 casos confirmados da doença e 60.044 notificados.

As mortes confirmadas foram em Anápolis, Uruaçu, Águas Lindas de Goiás, Luziânia, Goiânia, Iporá e Cristalina. A primeira morte de Goiânia foi confirmada pela Prefeitura na quarta-feira (21), sendo de uma mulher com idade acima de 60 anos.

Para combater a dengue, tanto o estado de Goiás quanto a Secretaria Municipal de Goiânia (SMS) divulgaram medidas preventivas. Dentre as medidas municipais, a SMS afirmou ser importante que os cidadãos verificarem se as caixas d’água e lixeiras estão bem tampadas, colocar areia nos pratos de planta, recolher o lixo do quintal, limpar calhas, cobrir piscina, cisternas e outros reservatórios de água, limpar a bandeja externa da geladeira, entre outros.

Sobre o aumento de casos em Goiânia, o secretário da SMS, Wilson Pollara, afirmou que a variação climática e novos sorotipos podem ter contribuído. “Além desses, outros fatores têm contribuído para o aumento de casos, como o inverno atípico, além das consequencias provocadas pelo El Niño. A chuva, somada ao calor, favorece na replicação do mosquito Aedes aegypti”, afirma.

Mortes e casos

Em relação as mortes confirmadas, 5 foram em Anápolis; 3 em Uruaçu; 1 em Águas Lindas de Goiás; 1 em Luziânia; 1 em Goiânia; 1 em Iporá; e 1 em Cristalina. Entretanto, o município com maior número de casos de dengue é Goiânia, que acumula 5.980 confirmados, seguido de Anápolis, com 5.768, Jataí, com 3.530, e Aparecida de Goiânia, com 3.442.

O Boletim de Arboviroses aponta que 65% dos casos são de dengue tipo 1 e 35% do tipo 2.


Leia mais sobre: / / / / / / Notícias do Estado

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.