20 de maio de 2024
Vila Nova Futebol Clube • atualizado em 26/04/2024 às 22:00

Goiás entra com ação no STJD contra o Vila Nova por conta de ato discriminatório de dirigentes na Serrinha

Dirigentes do Vila Nova na Serrinha (Foto - Roberto Corrêa)
Dirigentes do Vila Nova na Serrinha (Foto - Roberto Corrêa)

O Goiás Esporte Clube ingressou com uma Notícia de Infração Disciplinar no Superior Tribunal de Justiça Desportiva contra o Vila Nova alegando atitude discriminatória por parte de dirigentes colorados no Estádio Hailé Pinheiro. O ato ocorreu na partida de volta entre as equipes pelas quartas de final da Copa Verde.

Um vídeo foi anexado ao processo e mostra dirigentes do Vila Nova Futebol Clube cantando: “Pra frente, pra trás, na (…) do Goiás”, após a classificação na casa do adversário. Os dirigentes estavam na saída destinado aos jogadores em um momento de confusão, onde o atacante esmeraldina, Paulo Baya chegou a agredir o presidente do Tigrão, Hugo Jorge Bravo, com uma cusparada.

A Notícia de Infração Disciplinar tem como base o artigo 243-G (Ato discriminatório desdenhoso e ultrajante) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) que pode levar a multa de até R$ 100 mil reais e suspensão de cinco a dez jogos ou de 120 a 360 dias. O julgamento no STJD está previsto para o dia 6 de maio.


Leia mais sobre: / / / Esportes / Goiás Esporte Clube / Vila Nova Futebol Clube