28 de junho de 2022
Economia

Goiás criou 4,9 mil empregos em julho, diz Caged

Goiás registrou saldo positivo de 4.929 vagas de trabalho em julho, informou nesta sexta-feira (21) o Ministério da Economia, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

A variação é de 0,40%. É o segundo mês consecutivo com saldo positivo no estado. Em junho, foram 3.894 vagas criadas, revertendo três meses seguidos de baixa antes disso.

O saldo é a diferença entre trabalhadores admitidos e desligados, considerando vagas com Carteira de Trabalho assinada. Em Goiás, no mês passado, foram 36.587 empregados contratados e 31.658 foram desligados.

Continua após a publicidade

Apesar do bom resultado, o estado ainda tem saldo negativo de 811 vagas no período de janeiro a julho. Isso porque houve fechamento acentuado de vagas em março, abril e maio, período de maior restrição às atividades econômicas.

Segundo o governo, ações como a criação da Secretaria da Retomada são importantes para alavancar a recuperação econômica. “Não há política social melhor que a criação de emprego”, disse o governador Ronaldo Caiado.

Brasil

Continua após a publicidade

No cenário total, os números do Caged apontam que o emprego celetista no Brasil apresentou variação positiva de 131.010 vagas com carteira assinada, o que representa percentual de 0,35%, após quatro meses de índices negativos.

Em números percentuais, a região Centro-Oeste ficou na segunda colocação com variação positiva de 0,44%, perdendo apenas para o Norte, com 0,76%. Nordeste registrou percentual de 0,37%, Sudeste, 0,18% e Sul, 0,29%.

Semestre

Nos primeiros sete meses do ano, em quatro o resultado foi positivo: janeiro (7.982), fevereiro (11.584), junho (3.894) e julho (4.929). Já nos meses de março (-2.055), abril (-21.489) e maio (5.656) apresentou números negativos.