23 de julho de 2024
Dose reforço • atualizado em 03/06/2022 às 14:27

Goiás aguarda deliberação do governo federal para ampliar faixa etária da 4ª dose da vacina anticovid

A SES-GO informou que segue as recomendações do PNI do Ministério da Saúde
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informa, que até o momento o Estado não iniciou a vacinação da segunda dose de reforço, conhecida como quarta dose da vacina contra a Covid-19, em pessoas acima de 50 anos.

Ao Diário de Goiás, a pasta informou que segue as recomendações do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde. Portanto, a SES-GO aguarda deliberação do governo federal.

Nesta quinta-feira (2) o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou que a pasta vai autorizar a aplicação da dose reforço para a população acima dos 50 anos.

A quarta dose da vacina contra covid-19 já está sendo aplicada em pessoas com 60 anos ou mais desde o mês passado. Portanto, Queiroga afirma que país tem condições hoje, de ampliar a faixa etária. ”Nós temos vacina. O governo federal se preparou para isso”, destaca.

A expectativa é que a pasta emita, ainda nesta sexta-feira (3), a nota técnica com os detalhes sobre como irá funcionar o esquema de aplicação para maiores de 50 anos.

As vacinas apontadas para o reforço são as das farmacêuticas Pfizer, Janssen e AstraZeneca. A respeito do imunizante Coronavac, a pasta informa que aguarda novas evidências científicas sobre sua efetividade como dose reforço em idosos e imunossuprimidos.

Leia também:


Leia mais sobre: / / / / Cidades

Leonardo Calazenço

Jornalista - repórter de cidades, política, economia e o que mais vier! Apaixonado por comunicação e por levar a notícia de forma clara, objetiva e transparente.