23 de julho de 2024
Goiânia

Goiânia reduz para quatro meses prazo de dose de reforço contra a covid

Vacinação contra a covid-19 em Goiânia. (Foto: Jucimar de Sousa)
Vacinação contra a covid-19 em Goiânia. (Foto: Jucimar de Sousa)

Após a recomendação do Ministério da Saúde, Goiânia reduziu de cinco para quatro meses o intervalo entre a segunda dose da vacina contra a covid-19 e a dose de reforço. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira (20). A medida, conforme a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), é efetiva a partir desta tarde.

Goiânia tem 67 postos fixos para imunização. Todos eles vão oferecer a dose extra para quem já completou o esquema vacinal dentro desse prazo. Além disso, há as vans disponibilizadas pela SMS que levam a vacina ao cidadão; veja os locais.

“Completar o esquema vacinal, inclusive com a dose de reforço, que agora estamos antecipando o intervalo, é de extrema importância para reduzir a transmissão das variantes existentes”, disse o secretário municipal de Saúde, Durval Pedroso. acrescentado que as vans da VacinAção, que hoje estão na Paróquia Nossa Senhora Assunção, no setor Itatiaia, também disponibilizam a dose de reforço ao público.

Para se imunizar, é necessário apresentar o comprovante de vacinação e um documento de identificação com foto. As pessoas que não possuem o documento precisam aguardar o retorno do aplicativo do Ministério da Saúde, o CenecteSUS, para receber a aplicação da vacina, uma vez que sem qualquer comprovação não é possível certificar a validação da última dose recebida.


Leia mais sobre: / / Destaque / Goiânia