24 de junho de 2024
Paço Municipal • atualizado em 22/03/2022 às 17:28

Após quase um ano, Geraldo Lourenço deixa Secretaria de Finanças

Rogério Cruz diz que o substituto será Vinicius Henrique, pós-graduado em Compliance e Integridade Corporativa
Geraldo Lourenço ficou quase um ano frente a Sefin (Foto: Diário de Goiás)
Geraldo Lourenço ficou quase um ano frente a Sefin (Foto: Diário de Goiás)

O prefeito Rogério Cruz (Republicanos) anunciou, por meio de sua assessoria, nesta terça-feira (22/03) que o secretário de Finanças, Geraldo Lourenço vai deixar o cargo para retomar a carreira pública. Em seu lugar, será nomeado o cientista contábil Vinicius Henrique Pires Alves. No entanto, segundo apurado pelo Diário de Goiás o agora teria tido conhecimento da demissão pela imprensa não sendo previamente avisado pelo republicano.

O agora ex-titular chegou a ter agenda em parte da tarde com o presidente da Câmara dos Vereadores, Romário Policarpo (Patriota) e dava expediente normalmente quando soube por meio de um veículo que havia sido demitido. Na nota que o prefeito encaminhou por meio de sua assessoria, Geraldo deixava o cargo, “a pedido”.

Lourenço iria completar um ano no cargo em abril quando assumiu a pasta interinamente. Ele foi efetivado dois meses depois, em junho. De lá para cá, viveu instabilidades no cargo acentuadas em meio aos debates envolvendo o novo Código Tributário de Goiânia. A demora em disponibilizar um simulador de cálculo para o IPTU e a falta de transparência no repasse de informações elevaram o tom da pressão e das críticas.

Mesmo com a elevação das críticas, o prefeito Rogério Cruz bancou a continuidade do titular. Geraldo chegou a apresentar relatório dizendo que o novo IPTU beneficia mais da metade das casas em Goiânia e que uma minoria havia tido aumentos em torno do tributo. Ainda assim, a gestão de Lourenço frente a pasta é considerada positiva pelo prefeito.

Na nota, Rogério Cruz agradeceu os trabalhos prestados nos quase um ano de administração. “Pelo bom trabalho desempenhado durante o último ano, especialmente na construção de programas que beneficiaram a população goianiense, como o maior Refis de Goiânia, cuja arrecadação foi de cerca de R$ 280 milhões, além de outras matérias importantes para a cidade”, pontuou.

O prefeito ainda destacou que o novo titular, Vinicius Henrique é pós-graduado em Compliance e Integridade Corporativa pela PUC Minas e a indicação partiu do Conselho Regional de Contabilidade de Goiás. 


Leia mais sobre: / Goiânia

Domingos Ketelbey

Jornalista e editor do Diário de Goiás. Escreve sobre tudo e também sobre mobilidade urbana, cultura e política. Apaixonado por jornalismo literário, cafés e conversas de botequim.